Governo brasileiro pretende começar a tributar serviços como o Airbnb

Por Redação | 22 de Julho de 2015 às 08h48

Com o crescimento constante de usuários do Airbnb no Brasil, o governo anunciou que está disposto a começar a tributar este tipo de serviço. A plataforma, que assim como o Uber é conhecida como um dos símbolos da economia compartilhada, é procurada por pessoas que desejam trocar os tradicionais hotéis e albergues por um quarto ou apartamento alugado.

Em entrevista, o presidente da Embratur, Vinícius Lummertz, diz que em um recente encontro de ministros de Turismo no Mercosul, o Brasil propôs que fosse feita uma avaliação da comercialização digital do turismo. A prática, que já acontece nos Estados Unidos e na Europa, teria sido aceita por alguns dos países do Mercosul, como a Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai.

Lummertz afirma reconhecer a importância do Airbnb para o turismo local, pois a plataforma está prevista para ofertar o mesmo número de leitos, cerca de 80 mil, que os hotéis tradicionais para as Olimpíadas de 2016, que acontecem no Rio de Janeiro, e também para os Jogos Indígenas em Palmas, no Tocantins.

Fonte: O Globo

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.