Gangue de mexicanas atrai homens pelo Tinder para roubar suas casas

Por Redação | 16 de Novembro de 2017 às 14h08
TUDO SOBRE

Tinder

O Ministério Público da Cidade do México está, junto à Procuradoria Geral da cidade, investigando um grupo de mulheres que usam o Tinder para atrair homens ricos e, fingindo estarem interessadas em um encontro íntimo, elas acabam roubando pertences valiosos da casa das vítimas.

Depois do "match" pelo aplicativo, essas mulheres iniciam uma conversa pelo app, além de também usarem WhatsApp e Facebook para tal, marcando um encontro, como um jantar, por exemplo. Durante esse jantar, elas indicam que desejam tornar os encontros mais intimistas, mas na casa desses homens, que, não por coincidência, costumam ter alto poder aquisitivo.

Ainda, as mulheres, para convencer mais facilmente os rapazes de as levarem para suas casas, dizem que vão chamar umas amigas para que a "diversão" seja ainda mais atrativa. Então, já na residência da vítima, o grupo de mulheres coloca alguma substância (ainda não identificada) na bebida do tal homem, que, ao acordar desorientado, descobre que sua casa foi assaltada.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Pertences como celulares, carteiras e até carros foram roubados e, segundo algumas das vítimas, toda a ação acontece em cerca de 30 minutos. Mas, como os homens que foram alvo da ação da gangue viram seus rostos, eles puderam fornecer informações à polícia, que fez retratos falados de três mulheres envolvidas.

Por enquanto, a investigação continua, já que nenhuma das mulheres envolvidas no crime foi identificada ou detida. A polícia também está realizando os devidos exames para determinar exatamente qual o tipo de substância que elas usam para deixar as vítimas inconscientes.

Fonte: Excelsior

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.