Falha no WhatsApp permite que contatos bloqueados continuem enviando mensagens

Por Felipe Demartini | 24 de Maio de 2018 às 10h24
photo_camera Reprodução
TUDO SOBRE

WhatsApp

Bloquear contatos indesejados no WhatsApp pode ser a solução para muita gente, mas um problema nos servidores do mensageiro estaria dificultando a vida dos usuários nesse processo. De acordo com informações divulgadas nesta quarta (23), um bug estaria permitindo que alguns utilizadores burlassem esse tipo de ação, permitindo que eles continuem tendo acesso aos contatos mesmo que tenham sido impedidos de fazerem isso.

A falha, divulgada pelo site WABetaInfo, estaria anulando uma ação de bloqueio. Mesmo após realizá-la, e com o usuário em questão aparecendo na lista de impedimentos da plataforma, os contatos indesejados ainda seriam capazes de ver fotos de perfil, informações de status e até mesmo mandar mensagens e arquivos como se nada tivesse acontecido.

O problema, de acordo com o site, estaria nos servidores do mensageiro, fruto de alguma atualização ou alteração que não deu tão certo quanto deveria. Não se sabe exatamente o que causa o problema nem por que ele só acontece com alguns usuários. Um padrão também não pôde ser verificado, com a falha aparecendo tanto no iOS quanto no Android.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Uma ação possível para evitar problemas seria apagar o telefone da agenda de contatos do celular, mudar as opções de privacidade para que apenas números cadastrados possam enviar textos e, na sequência, silenciar a janela de chat com a pessoa indesejada individualmente. Isso, em alguns casos, teria sido capaz até mesmo de resolver a falha, reativando o bloqueio, mas, em outros, pelo menos, faz com que notificações não sejam mais emitidas, mesmo que as mensagens recebidas ainda apareçam em meio às outras, na lista de conversas.

Em outros casos, desbloquear o contato indesejado e realizar o processo de bloqueio novamente também resolveria o problema, subscrevendo qualquer tipo de processo esquisito que tenha acontecido no servidor para permitir a falha. Entretanto, como dito, todas essas ações são paliativas.

A equipe de desenvolvimento do WhatsApp disse estar “ciente” dos problemas e trabalhando em uma correção, que não deve demorar a chegar. Como se trata de uma falha em seus próprios servidores, uma atualização para o aplicativo de mensagens não deve ser necessária.

Fonte: WABetaInfo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.