Dica de app: Tradr é o Tinder para quem quer trocar, vender ou comprar produtos

Por Douglas Ciriaco

Inspirado no Tinder, aplicativo que promove encontros amorosos entre pessoas, a estudante brasileira Jéssica Behrens, de 23 anos, desenvolvou o Tradr, um app para você trocar objetos com outras pessoas. A ideia é semelhante ao do app de namoro: você divulga algo que está doando (ou vendendo) e então os interessados entram em contato.

Apesar da ideia ser bastante parecida com a de outros serviços de anúncios e classificados, na prática o Tradr é bem diferente. Nele, os objetos oferecidos aparecem como perfis no Tinder, então você pode indicar seu interesse ou simplesmente deslizar a tela para o lado a fim de visualizar um novo produto.

A concepção do app veio quando Behrens resolveu se livrar de um objeto seu por dia durante um ano, a fim de viver apenas com o mínimo necessário. Ao aderir a essa filosofia, porém, ela esbarrou na dificuldade de encontrar um destino para as suas coisas, então pensou na possibilidade de ser auxiliada por um aplicativo.

Tinder para produtos

“Percebi que não conseguia encontrar gente de forma rápida para ficar com minhas coisas. E eram coisas legais, não podiam ir para o lixo. Aí eu percebi que não existia uma forma rápida e fácil de conectar minhas coisas às pessoas que estavam precisando delas. Um dia tive um insight. Pensei: 'e se existisse um Tinder para produtos?'”, revelou a estudante de comunicação à Agência Brasil.

A partir disso, Behrens comentou sobre a sua ideia com um amigo recém-formado em Harvard, que a colocou em contato com um laboratório de empresas iniciantes da universidade norte-americana. Foi então que a ideia começou a ganhar corpo, com o desenvolvimento recebendo apoio tanto da instituição de ensino quanto de um pequeno investidor.

Funcionamento inteligente

Um diferencial do Tradr é o seu algoritimo capaz de aprender os seus gostos conforme você o utiliza. Assim, quanto mais você demonstra interesse por alguns itens, ou os dispensa, mais o app passa a oferecer coisas que podem chamar a sua atenção. Assim, quanto mais usa, mais você tem chance de ter contato com produtos úteis.

Tradr

Tradr: o Tinder para produtos. (Foto: Divulgação/Tradr)

Além de funcionar como uma forma de se livrar de objetos indesejados em sua casa, o Tradr também tem grande potencial para fomentar a economia local. Isso porque a plataforma pode ser muito bem utilizada por pequenos produtores e artesãos que ainda não têm uma loja própria (física ou virtual) para comercializar as suas criações.

Aprenda a usar

Ainda em versão Beta, o app atualmente conta com versão apenas para iOS — a versão para Android está a caminho. Nele, cada pessoa cria um perfil e então cadastra os produtos que não deseja mais, definindo se eles serão doados ou vendidos (neste caso, você também estipula o preço de cada objeto).

Você ainda pode criar uma lista de desejos, na qual figuram todos os objetos pelos quais você se interessou, mas ainda não comprou. Além disso, é possível adicionar perfis como amigos, ideal para seguir de perto as novidades de uma determinada pessoa ou loja que anuncia produtos usando o Tradr.

Em um mês de funcionamento, o aplicativo ultrapassou a marca de 2,2 mil usuários, a maioria deles ainda nos Estados Unidos, onde ele foi lançado oficialmente. Entretanto, é bem provável que o serviço se torne bastante comum também por aqui, no Brasil, facilitando ainda mais a sua vida na hora de comprar, vender ou doar alguma coisa.

Leia também: 5 aplicativos de brechó para o seu smartphone

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.