Carros autônomos da Uber podem começar a operar em 18 meses nos EUA

Por Redação | 23 de Janeiro de 2018 às 16h17
Tudo sobre

Uber

Se tudo ocorrer dentro das previsões de Dara Khosrowshahi, CEO da Uber, a companhia deverá começar a colocar veículos autônomos para transportar passageiros dentro de 18 meses. Ainda, o executivo acredita que os carros voadores da plataforma podem se tornar realidade dentro de 5 a 7 anos.

Khosrowshahi declarou, ainda, que os veículos autônomos que começarão a rodar nesse intervalo de tempo "não serão em caráter de testes", valendo para o serviço real. Contudo, essa previsão vale para os Estados Unidos, onde a tecnologia já está mais avançada. Aqui no Brasil a coisa ainda pode demorar um pouco mais para chegar.

No estado norte-americano do Arizona, por exemplo, a companhia já está enviando veículos autônomos para alguns chamados feitos pelo app, mas por tudo ainda estar em caráter de testes e aprimoramento, esses carros chegam com dois engenheiros da Uber nos bancos da frente, que podem agir caso aconteçam problemas durante a viagem.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Segundo Khosrowshahi, nas cidades onde a Uber já está testando os carros autônomos, cerca de 5% das viagens serão feitas com esses veículos. A decisão de enviar um carro com motorista ou um autônomo vai depender de fatores como as o clima naquele momento, e as condições estruturais das ruas que compõem o trajeto. Estima-se que 5% das corridas acabem sendo feitas com carros que dispensam motoristas humanos, na fase inicial, e a companhia acredita que serão necessários de 10 a 15 anos para que os veículos autônomos da Uber sejam a maior parte da frota.

Ainda, o Uber Elevate, nome da categoria composta por carros voadores (que se assemelham a helicópteros), deve começar a se tornar realidade em um período de 5 a 7 anos, também de acordo com as previsões de Khosrowshahi.

Fonte: Geek Wire

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.