Cabify passa a oferecer serviço de táxi aéreo em São Paulo

Por Redação | 02 de Agosto de 2017 às 10h37

A cidade de São Paulo ganhou um novo serviço de táxi aéreo. A partir deste mês de agosto, a empresa especializada em transportes urbanos via aplicativo Cabify passa a oferecer viagens de helicóptero na capital paulista, assim como já faz na Cidade do México. O serviço, batizado de CabiFly, é resultado de uma parceria com a startup de serviços de helicópteros Voom, que deseja fortalecer sua presença no mercado corporativo.

Ao implementar o serviço em São Paulo, a Cabify estudou uma maneira de investir em otimização de tempo para tornar os custos de viagens de helicópteros mais baratas e, assim, mais atraente aos usuários. De acordo com o diretor executivo da Cabify, Daniel Bedoya, a estratégia permitirá que a empresa se torne mais competitiva diante das companhias que já oferecem esse tipo de serviço na capital.

"Hoje as aeronaves passam muito tempo paradas. Então a gente traz como solução mais utilização desde ativo fixo, o que reflete em redução de preço", explicou. Segundo a empresa, com viagens mais curtas e populares, como entre São Paulo e o aeroporto internacional de Guarulhos (SP), é possível realizar "um voo a cada hora". Os valores dos voos de helipontos entre os aeroportos de Guarulhos, Congonhas e Campo de Marte devem variar entre R$ 150 e R$ 600.

De início, a Cabify contará com algumas dezenas de helicópteros para a realização das viagens, conectando seis helipontos. O período de testes da parceria entre a empresa e a Voom deve durar alguns meses, o que não significa que o acordo será rompido ao final do prazo. "Vimos que há uma forte necessidade de um serviço de helicóptero sob demanda em São Paulo. Procuramos parcerias com fornecedores de transporte terrestre, como a Cabify, para oferecer a experiência completa aos nossos clientes", afirmou a presidente da Voom, Uma Subramanian.

Assim que abrir o aplicativo do Cabify, o usuário irá se deparar com a opção de selecionar o CabiFly. O serviço de helicópteros da empresa precisa ser reservado com antecedência, podendo variar de 60 minutos a sete dias. Ao escolher a opção, o usuário será direcionado para o site da Voom para terminar de realizar o agendamento. Feito isso, um carro deverá buscar o cliente e levá-lo até o heliponto designado no dia e hora agendados.

Fonte: Valor

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.