BBC do Reino Unido vai lançar seu próprio assistente pessoal chamado Beeb

Por Wagner Wakka | 02 de Setembro de 2019 às 08h25

A próxima grande empresa a entrar no ramo de assistentes pessoais é a BBC do Reino Unido. Segundo informações do jornal The Guardian, o programa vai se chamar Beeb e terá uma característica competitiva em relação a seus rivais: vai entender sotaques diferentes do inglês norte-americano ou internacional.

O desenvolvimento tem claro enfoque em países de língua inglesa com sotaque mais acentuado, como o Reino Unido e a Austrália. De acordo com reportagem do The Guardian, a BBC já estaria em fase avançada de desenvolvimento do Beeb, com previsão de lançamento em terras britânicas ainda este ano.

A empresa pediu a seus funcionários que usassem o assistente como testes, para medir o nível de entendimento do sistema. Apesar de desenvolver o software, a BBC ainda não tem planos de lançar seu próprio alto-falante ou equipamento com o Beeb integrado.

Até o momento, o assistente deve aparecer apenas como um programa dentro do site da BBC e no app iPlayer da empresa em smart TVs. Ela também vai oferecer o programa para outras fabricantes que queiram integrar o sistema em seus produtos.

Como funciona? 

O Beeb vai ser acionado com o termo simples “beeb”. A proposta é de que ele seja usado para que as pessoas possam interagir com conteúdos da própria BBC e a companhia promete funcionalidades para além disso. Contudo, o assistente terá menos opções que seus concorrentes Google Assistente e Alexa, da Amazon, até por questão de restrição de desenvolvedores.

Segundo o The Guardian, o nome Beeb foi apresentado apenas como um nome provisório, depois que a companhia testou várias e várias palavras para acionar o assistente.

Competição

A BBC entra neste mercado depois de um boom de alto-falantes inteligentes no Reino Unido. Um levantamento da Unesco, de maio de 2019, mostrou que 20% das residências do país contam já com um aparelho com assistente pessoal. Grande parte disso é de usuários com alto-falantes sendo usados para ouvir rádio, sendo que o controle por voz se mostrou a opção preferida entre os britânicos.

A ideia da BBC é tentar levar essa parcela de usuários para seus próprios produtos. Parte desta iniciativa vem de polêmicas com concorrentes. Recentemente, a companhia pediu à Amazon estatísticas de audiência e comportamento das suas rádios ouvidas pelo app TuneIn na Alexa. A gigante norte-americana se recusou a fornecer as informações e a BBC, em retaliação, retirou suas produções do aplicativo.

Com isso, a empresa de comunicação está fazendo campanha para que os usuários passem a usar seus apps nativos em vez de usar o sistema da Amazon. Pelo iPlayer, por exemplo, a BBC consegue exigir um registro do usuário e ter acesso a todos estes dados que ela queria ter recebido da Amazon.

O Beeb chega neste ano, ainda sem uma data exata de lançamento.

Fonte: The Guardian

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.