Apple anuncia encerramento do programa para afiliados da App Store em outubro

Por Jessica Pinheiro | 02 de Agosto de 2018 às 15h34
TUDO SOBRE

Apple

A Apple acaba de anunciar que seu Programa para Afiliados não irá mais contar com aplicativos iOS ou macOS a partir de 1º de outubro deste ano. A iniciativa permitia que fossem incluídos links em sites ou aplicativos, os quais redirecionavam para milhões de músicas e apps (além de livros, filmes e outros). Com isso, eram compartilhadas comissões sobre as vendas.

A vinculação de músicas, apps, livros e outros itens do iTunes, App Store, iBooks e Mac App Store pedia uma inscrição, para que assim o usuário pudesse receber as comissões. No início, inclusive, os afiliados ganhavam 7% de qualquer compra de produtos vinculados, o que dava algo em torno de 7 centavos, caso o app fosse de 99 centavos, por exemplo. Em abril do ano passado, porém, a Apple reduziu o percentual sobre os ganhos para 2,5%.

O programa para afiliados do iTunes deverá continuar funcionando, mas as comissões serão atribuídas apenas para músicas, filmes, livros e compras na TV. Como observado pelo Tech Crunch, essa decisão deve impactar fortemente sites independentes que contam com as vinculações como parte essencial da receita.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Abaixo, está o comunicado da Apple sobre a decisão:

“Obrigado por participar do programa para afiliados [voltado] para apps. Com o lançamento da nova App Store no iOS e no MacOS e seus métodos ampliados visando a descoberta de aplicativos, removeremos os apps do programa para afiliados. A partir de 1º de outubro de 2018, as comissões para aplicativos iOS e Mac e todos os conteúdos de apps serão removidos. Todos os outros tipos de conteúdo (músicas, filmes, livros e TV) permanecem no programa para afiliados.

Para obter mais informações sobre taxas de comissão, consulte nossa página Commissions and Payments no site Affiliate Resources.

Se você tiver dúvidas, por favor visite nosso Helpdesk.”

Fonte: TechCrunch

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.