Aplicativo BBM ajudou nas investigações da Operação Lava Jato

Por Redação | 07.04.2015 às 10:17

A Operação Lava Jato, responsável pela investigação de empreiteiras infiltradas criminalmente na Petrobras, tem chamado a atenção e aberto uma grande discussão no Brasil. O escândalo já ganhou manchetes mundo a fora e já conta com 24 ações (19 criminais e 5 civis). Para que as investigações avançassem, no entanto, o Procurador da República, Deltan Martinazzo Dallagnol, ganhou a ajuda da BlackBerry e do aplicativo BBM.

Por meio das milhares de mensagens instantâneas enviadas através BBM, o Ministério Público conseguiu obter acesso a informações cruciais para as investigações. As comunicações auxiliaram as autoridades a encontrar os supostos clientes dos suspeitos, o que inclui empreiteiros e membros da câmara.

"Esta foi uma das razões para o sucesso do processo", afirmou Dallagnol sobre a importância do aplicativo de mensagens da empresa canadense nas investigações.

Apesar de muitas das mensagens possuírem vínculo com o esquema de corrupção, a maioria envolvia temas diversos como piadas, citações, fotos de animais de estimação, etc e, por isso, precisaram ser avaliadas com calma.

Uma das conversas de destaque que o Ministério Público teve acesso através do aplicativo BBM envolveu o ex-deputado federal pelo PSD Luiz Argôlo e o doleiro Alberto Youssef. Durante a conversa, os dois comemoravam a parceria e esperavam o sucesso do esquema de corrupção. "(Será) tua independência financeira. E a nossa também, claro", escreveu o empreiteiro. Em resposta, Argôlo disse: "A gente vai dominar esse país".

O auxílio imprescindível da BlackBerry e de seu aplicativo na montagem do caso e na ligação entre os suspeitos mostra a importância que as empresas de tecnologia podem ter para benefício das autoridades, da Justiça e, consequentemente, da sociedade.

Fonte: The Wall Street Journal

Fonte: http://www.ubergizmo.com/2015/04/bbm-reportedly-helps-uncover-corruption-scandal-in-brazil/?utm_source=mainrss