WhatsApp se tornará a plataforma global de comunicação por texto, diz Zuckerberg

Por Redação | 08 de Setembro de 2014 às 12h18

O CEO e fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, reviu sua meta para o aplicativo WhatsApp. Anteriormente, o criador da mais popular rede social do mundo havia apontado que o serviço de mensagens tinha como objetivo chegar a 1 bilhão de usuários. Agora ele fala em pelo menos o dobro desse número.

De acordo com o Bloomberg, Zuckerberg disse em um evento na Cidade do México que "o WhatsApp se tornará uma plataforma global de mensagens de texto". O CEO ainda acrescentou que o aplicativo "tem a oportunidade de conectar 2 ou 3 bilhões de pessoas".

Há menos de duas semanas, o WhasApp anunciou que havia chegado a marca de 600 milhões de usuários ativos. Outros serviços conhecidos, como o WeChat e o Viber, tem cerca de 438 milhões e 400 milhões de usuários ativos, respectivamente.

O modelo de monetização do WhatsApp pode ser bastante interessante para os consumidores que pagam apenas a taxa de US$ 1 dólar anual, após o primeiro ano ser gratuito. No entanto, a maneira de cobrar seus usuários está bastante longe de compensar os 19 bilhões de dólares investidos pelo Facebook para a compra da aplicação. Como se não bastasse, Jan Koum, CEO do WhatsApp é contra qualquer tipo de exibição de anúncios.

Participe do nosso grupo de ofertas no Facebook e tenha acesso aos melhores descontos e cupons para você garantir sempre o menor preço em suas compras online.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.