Versão de testes do WhatsApp para iOS já inclui chamadas de voz

Por Redação | 16.03.2015 às 15:13

Parece que a chegada do recurso de chamadas de voz do WhatsApp para iOS está mais próxima do que nunca. Usuários de versões de testes vazadas na internet dizem já ter acesso ao serviço e, pouco a pouco, começam a se proliferar pela internet em vídeos e imagens do recurso tão esperado.

Um especial do site iPhone Italia, por exemplo, mostra as ligações telefônicas pelo app já funcionando. A questão é que isso só é possível em celulares desbloqueados por Jailbreak, uma vez que a versão Beta do WhatsApp ainda não é oficial e, sendo assim, não pode ser baixada pela Apple App Store. Pelo mesmo motivo, não é possível convidar amigos para experimentar a novidade, e para receber as chamadas, eles também precisam estar rodando a Beta.

Na versão de testes, ao contrário do que muita gente esperava, não é o ícone de um telefone o responsável por realizar a ligação. A inclusão do botão visual ao lado do avatar dos contatos levou muita gente a achar que poderia ser uma preparação para a chegada do recurso, mas por enquanto serve apenas de atalho para as chamadas comuns, feitas pelo próprio telefone. Para usar o WhatsApp para esse fim, existe um botão específico, na própria janela de conversas ou na lista de contatos.

De acordo com quem já experimentou a função, as ligações acontecem sem problemas, nem bugs, com uma qualidade que depende da velocidade da internet do local onde o usuário está. Em redes Wi-Fi, por exemplo, o funcionamento é normal, mas os utilizadores devem encontrar problemas quando utilizarem o recurso no 3G, suscetível a instabilidades e perdas de sinal.

Segundo o site BGR India, a versão Beta tem número 2.11.17.444, enquanto a tradicional, disponível hoje para todos os usuários, é a 2.11.16. Ao que tudo indica, a função de chamadas telefônicas está sendo preparada para a próxima grande atualização do WhatsApp, mas ainda não sabemos exatamente quando ela vai chegar.

O Facebook, dono do app, já afirmou que a novidade chegaria ainda neste ano para o software, mas nunca chegou a confirmar uma data. Sofrendo com a concorrência de nomes mais versáteis, como o Viber e o Telegram, que já possuem algumas das funções que o WhatsApp ainda não está nem perto de receber, seria uma boa se os desenvolvedores se apressassem, de forma a não perderem a gigantesca base de usuários que o torna um dos aplicativos de mensagens instantâneas mais usados do mundo.