Tinder Plus: versão paga do aplicativo é mais barata para os mais jovens

Por Redação | 06 de Março de 2015 às 08h42

Os usuários mais assíduos do Tinder finalmente poderão aderir à versão paga do aplicativo, porém o valor para ter acesso aos recursos avançados do app de namoro não é igual para todos, segundo informações do site Re/Code.

Os usuários que têm até 30 anos e que quiserem assinar o Tinder Plus terão que pagar o valor de US$ 9,99 ao mês, aproximadamente R$ 30. Já os mais velhos pagam bem mais: US$ 19,99, cerca de R$ 60 - ou seja, o dobro! Um porta-voz da empresa disse à fonte que os usuários mais jovens costumam ter o orçamento mais limitado, então precisam de um preço mais baixo para "puxar o gatilho".

A novidade oferece duas ferramentas. A primeira é o "Desfazer", que permite que o usuário desfaça a última arrastada, caso se arrependa ou tenha feito por engano. O segundo recurso é o "Passaporte", que aumenta o campo de buscas para atingir qualquer localidade. A novidade tem a intenção de adiantar o processo de flerte em casos de viagens que ainda serão realizadas.

Tinder Plus from Tinder on Vimeo.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.