Tim Cook aprova pessoalmente aplicativo de apoio à campanha "Je Suis Charlie"

Por Redação | 13 de Janeiro de 2015 às 15h39

Depois do ataque terrorista que atingiu a França na semana passada, o site de notícias Nice-Matin desenvolveu um aplicativo para iOS como forma de apoio às vítimas. Segundo informações do Mashable, Tim Cook, CEO da Apple, aprovou o app pessoalmente.

Je suis Charlie app

Normalmente, um aplicativo enviado para a App Store é aprovado e fica disponível na loja em uma média de 10 a 15 dias. Mas, apenas 10 minutos depois do envio, a empresa já recebeu uma resposta do assistente pessoal de Cook, afirmando que o aplicativo seria avaliado em apenas uma hora. Dito e feito, o app entrou no ar rapidamente.

O aplicativo "Je Suis Charlie", que leva o nome da frase que está sendo usada em campanhas e protestos no mundo todo, tem a simples função de mostrar a localização do usuário em um mapa, como se significasse que ele "também é Charlie". Até o presente momento, a contagem de usuários que compartilharam a localização ultrapassa 128 mil.

Na semana passada, a Apple homenageou as vítimas também no site da Apple Store, com uma faixa preta no rodapé da página com a frase "Je Suis Charlie". O ataque à redação da revista Charlie Hebdo no último dia 7, em Paris, deixou 12 mortos.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.