Novo app usa realidade aumentada para deixar troca de mensagens mais legal

Por Redação | 12.08.2014 às 07:15
photo_camera Reprodução

Os aplicativos de comunicação instantânea estão vivendo sua época de ouro com a popularização dos dispositivos móveis e das redes móveis de dados. Apesar disso, a consolidação do WhatsApp, Facebook Messenger e LINE como as principais soluções para este fim tem forçado startups e desenvolvedores a reinventar a roda com cada vez mais criatividade.

É o caso do Traces, um novo app exclusivo para iOS que promete promover a troca de mensagens de uma maneira um tanto quanto inusitada. Com ele, o usuário pode deixar mensagens virtuais registradas em locais reais através de um sistema baseado em realidade aumentada.

A coisa funciona da seguinte maneira: você está caminhando por uma rua ou visitando um lugar específico e quer deixar uma mensagem para seus amigos que poderão passar por ali dali em diante. Para isso, basta sacar o iPhone ou o iPad, abrir o Traces, apontar a câmera para o local e registrar a mensagem. Pronto, a partir dali uma notificação é enviada para seus amigos e eles terão que se dirigir até o local para visualizar o conteúdo compartilhado por você.

O mais interessante de tudo é que as mensagens podem ser registradas tanto em texto, quanto em áudio ou vídeo. Além disso, também há possibilidade de definir um horário ou intervalo de tempo específico para que a mensagem seja exibida. Essa opção se torna extremamente atraente para quem busca fazer brincadeiras como as de caça ao tesouro usando o aplicativo.

Aplicativo usa realidade aumentada para promover o compartilhamento de conteúdo contextualizado. Além de mensagens em texto, é possível registrar músicas e até vídeos nos locais

Aplicativo usa realidade aumentada para promover o compartilhamento de conteúdo contextualizado. Além de mensagens em texto, é possível registrar músicas e até vídeos nos locais (Imagem: Reprodução/Traces)

Ao contrário de outros apps semelhantes, a ideia da Ripple Inc, desenvolvedora do Traces, é promover o compartilhamento de conteúdo e não a descoberta de lugares ou pessoas. Dessa forma, o Traces surge como uma opção promissora de app que tenta aproximar as interações do mundo real e virtual através da interação social no app.

"O Facebook e o WhatsApp em sua maioria se baseiam em informações fora de contexto que têm pouco valor para o usuário, colocando-o numa posição de passividade", explicou um porta-voz da Ripple ao New Scientist. "Ao invés de ler tuítes em um local aleatório, agora você pode escolher o local para adicionar contexto à comunicação e encorajar seus amigos a irem até lá".

Fora o conteúdo compartilhado com os amigos, a Ripple destaca que o usuário pode usar o Traces até mesmo para lembrá-lo que, por exemplo, é preciso comprar comida para o cachorro quando passar por um pet shop, ou que uma lanchonete no caminho de volta para casa tem um lanche gostoso.

Toda a ideia parece ser bastante divertida, porém, o app ainda está em fase beta e restrito aos usuários da App Store do Reino Unido. Fica a torcida para que ele logo se expanda e chegue no Brasil.

Ficou curioso para ver como o Traces funciona? Então confira o vídeo abaixo: