Conheça o Quip, o primeiro processador de textos para aparelhos móveis

Por Redação | 31.07.2013 às 12:50

O ex-CTO do Facebook Bret Taylor acaba de lançar um novo aplicativo de processamento de textos voltado para dispositivos móveis, o Quip. O produto também é apresentado em uma versão para desktop, mas foi desenvolvido originalmente para tablets e smartphones, sendo capaz de formatar diversos tipos de documentos para o tamanho da tela do seu dispositivo, colaboração in-app, mensagens e também trabalha offline.

"Quip é um processador de texto moderno otimizado para a era dos smartphones e tablets", afirmou Taylor em entrevista ao site TechCrunch. O executivo afirma que atualmente nós nos encontramos no meio da transição do desktop para o mobile e que os processadores de texto praticamente estagnaram neste processo.

O aplicativo, primeiramente, é capaz de adaptar qualquer tipo de documento ao tamanho da tela do seu aparelho. Por exemplo, se você abrir um texto com imagem na tela do iPhone, a foto ocupará toda a largura da tela, e se for no iPad, ela aparecerá em um dos cantos do display. O Quip permite que os usuários compartilhem documentos com seus amigos e, assim que o documento for visualizado, o usuário recebe uma notificação do aplicativo. Ainda é possível se comunicar por mensagens dentro da aplicação com seus amigos ou colegas de trabalho.

Todas as edições de texto colaborativas e as mensagens são transformadas em uma página de chat comum no aplicativo e, para encontrar outros amigos e colaboradores, o Quip solicita que o usuário entre em sua conta Google e lhe forneça acesso aos seus contatos.

Quip

Quip

Quip

A versão para desktop do Quip permite que os usuários acessem todos os seus documentos atuais, bate-papos e realizem edições. Outra característica interessante do aplicativo é que se você estiver escrevendo e sua internet cair, o Quip sincroniza toda a edição feita na nuvem assim que sua conexão retornar, ou seja, não há riscos de perder todo o trabalho.

O Quip já está disponível para uso pessoal gratuito no iPhone, iPad e desktop, no entanto, o aplicativo cobra uma taxa mensal de US$ 12 (R$ 27) para o usuário que desejar uma licença comercial da aplicação, podendo assim reunir todos os seus colaboradores. Bret Taylor afirmou que sua nova startup já trabalha em uma versão do Quip para Android, mas ainda não há previsão para o seu lançamento.