Com popularidade em queda, app Yo terá novos recursos

Por Redação | 30 de Setembro de 2014 às 10h09

Em junho, o aplicativo “Yo” virou febre nos Estados Unidos e liderou várias listas dos aplicativos mais populares durante algum tempo. Um dos cofundadores do app, Moshe Hogeg, afirmou que o conceito por traz do serviço era “estúpido”.

O Yo é basicamente um aplicativo de notificação que envia a palavra “Yo” para outros usuários. Quem receber a mensagem, no entanto, tem apenas uma opção de resposta: mandar um “Yo” de volta.

Mesmo com a ideia simplista por trás dele, o Yo alcançou milhões de usuários em algumas semanas e se manteve como aplicativo de destaque na seção de descoberta do site “Product Hunt”. O que impulsionou ainda mais o sucesso do app foi um artigo publicado pelo Financial Times afirmando que o Yo já havia arrecadado US$ 1 milhão. Não demorou muito para que o app alcancasse a primeira posição dos apps de rede social na App Store americana, arrecadasse mais US$ 1,5 milhão e fosse avaliado entre US$ 5 milhões e US$ 10 milhões.

Após sua valorização, o app se tornou notícia – e piada – por não “fazer essencialmente nada” e atrair milhões de dólares de investidores.

Com API aberta para desenvolvedores e marcas, o Yo ganhou novas usabilidades, como a mensagem “Yo” durante a Copa do Mundo cada vez que um gol era marcado. No entanto, após este período de crescimento e destaque, o gás do Yo foi se esgotando.

Em setembro, o app anunciou que 100 milhões de mensagem foram enviadas por meio do serviço. No entanto, o ranking na App Store tem mostrado um imenso declínio na popularidade do app. No gráfico, é possível ver que em pouco mais de dois meses ele caiu das cabeças da loja virtual e agora ocupa a 1.227ª posição.

Yo desempenho app store

Na categoria rede social o Yo também tem apresentado queda desde junho. Atualmente ele ocupa a 115ª posição, mas a tendência é que continue despencando.

Yo rede social

Apesar dos atuais problemas, o CEO e criador do Yo, Or Arbel, acredita que o aplicativo veio para ficar. Ao Business Insider, ele afirmou que algumas novidades vão chegar, incluindo um recurso de localização.

Com a nova modalidade, o app irá indicar a localização do usuário, assim como fazer indicações a partir do local. Por exemplo, se o usuário solicita a localização para um determinado serviço de gastronomia, irá receber dicas sobre locais próximos. O serviço também vai funcionar para atualizações meteorológicas.

O CEO ainda revelou que tem planos para adaptar o Yo para o Apple Watch, onde ele acredita que notificações curtas como a do aplicativo vão ganhar mais espaço.

Fonte: http://www.businessinsider.com/whats-happened-to-7-million-app-yo-now-that-the-hype-has-died-2014-9

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.