Chinês encontra nova falha de segurança no WhatsApp

Por Redação | 13 de Março de 2014 às 21h25
photo_camera Divulgação

O pesquisador chinês de segurança, Xuyang Li, diz ter encontrado uma nova falha de segurança no WhatsApp. De acordo com Li, que é o fundador da empresa TrustGo Mobile Inc., quando ele trocou de número de telefone por um que já havia sido usado, junto com o download do WhatsApp vieram as informações do perfil de outra pessoa, com seu nome e foto. Ao utilizar o aplicativo, os contatos de Li o viam com o nome de uma mulher chamada Jessica, junto de uma foto dela.

A explicação para essa falha pode vir da simplicidade do WhatsApp: novos usuários do aplicativo precisam apenas registrar seu número de telefone, sem senhas ou logins. Dessa forma, quando Xuyang Li "herdou" o número de Jessica, ele acabou levando também sua conta do WhatsApp. Como as informações de usuários são armazenadas em servidores externos e não no próprio celular, esse tipo de confusão pode acabar acontecendo nesses casos.

Ao Wall Street Journal, o pesquisador disse que esse tipo de falha deve encorajar as pessoas a protegerem suas informações pessoais quando lidam com aplicativos de celular. "Usuários precisam mudar suas mentalidades do mundo do PC para o mundo mobile", disse. De acordo com o executivo da WhatsApp, Neeraj Arora, a empresa encoraja os usuários a excluírem suas contas quando forem trocar de celular ou número. Arora ainda explicou que se uma conta ficar inativa por mais de 45 dias, ela é excluída automaticamente dos servidores.

Essa é a segunda vez nesta semana que o WhatsApp se destaca por problemas de segurança. Anteriormente, o hacker holandês Bas Bosschert demonstrou que dados do aplicativo na versão Android podem ser coletados por softwares mal intencionados.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!