Apple remove da App Store um game baseado nos suicídios da Foxconn

Por Redação | 15 de Outubro de 2012 às 15h50
Tudo sobre

Foxconn

A Apple retirou silenciosamente da App Store um jogo, chamado In a Permanent Save State, que fazia alusão a uma série de suicídios cometidos por funcionários da fábrica da Foxconn, na China.

Segundo informações do The Verge, o game interativo tratava de uma narrativa surreal e visualmente impressionante. O criador, Benjamin Poynter, utilizou imagens que remetem às instalações de uma fábrica misturadas a imagens espirituais. Em algumas partes do jogo, os personagens apareciam sofrendo grandes quedas.

Em 2010, 14 funcionários da fábrica de componentes cometeram suicídios, a maioria pulando de prédios. Entre 2011 e 2012, mais cinco empregados da Foxconn entraram para a estatística de suicídios.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A Apple não veio a público esclarecer quais foram os critérios utilizados para remover o jogo. Porém, fontes familiarizadas com o processo de revisão da empresa disseram ao The Verge que o aplicativo contava com "conteúdo questionável", (16,1), e "mira exclusivamente uma raça, cultura, governo ou corporação" (15,3). Esses itens estão descritos no guia para desenvolvedores de aplicativos para sistema iOS.

Confira abaixo o vídeo do gameplay de In a Permanent Save State, publicado no YouTube pelo autor do controverso jogo.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.