Aplicativos alertam usuários sobre crimes em cidades brasileiras

Por Redação | 22 de Janeiro de 2014 às 14h25

O crescimento dos índices de violência e crimes são, cada vez mais, uma preocupação da população. Não é incomum encontrar gente que evita frequentar certos lugares por medo de assaltos ou ouvir histórias sobre roubos, sequestros e outros atos do tipo, cometidos contra amigos próximos.

A tecnologia, porém, pode ajudar não apenas o trabalho da polícia mas também os próprios usuários, que podem se proteger melhor e evitar as zonas de alto risco. É o caso de uma série de aplicativos, compilados pelo UOL Tecnologia, que servem como verdadeiras redes sociais contra o crime, catalogando áreas perigosas e criando índices de crimes cometidos nas cidades brasileiras.

B.O. Coletivo

O B.O. Coletivo, por exemplo, surgiu de uma ideia no Facebook, que disponibilizava cartazes com os dizeres “Aqui fui assaltado”, que deveriam ser impressos e colados pela cidade pelas vítimas. No iOS, a ideia é registrar locais onde ocorreram furtos, roubos e sequestros, com link direto para telefones úteis e sites da Polícia, por exemplo. Basta digitar um endereço para verificar as ocorrências que já foram registradas por ali.

Wikicrimes

O Wikicrimes tem funcionamento semelhante. Disponível para iPhone e Android, o app também exibe ocorrências nas áreas próximas ao usuário e possui uma função que calcula o número de casos naquele local, indicando se ele é perigoso ou não. Em sua versão paga, inclui também estatísticas oficiais oferecidas pelo governo de São Paulo.

Crowdfynd

Já o Crowdfynd tem uma gama de opções mais ampla e, além de crimes, serve também para encontrar pessoas desaparecidas, animais perdidos ou objetos esquecidos por aí. Além disso, o software para iPhone – com versão Android prevista para breve – pede que os usuários registrem atividades suspeitas, mesmo que sem a confirmação de crime, para que outros possam ficar alertas.

Este app, porém, tem maior presença nos Estados Unidos e Europa, sendo ainda pouco conhecido e utilizado no Brasil. Sendo assim, as informações disponíveis no Crowdfynd ainda são escassas.

Owl

O Owl lembra bastante o Twitter e exibe um feed atualizado constantemente com informações sobre acidentes, atividades suspeitas e crimes ocorridos nas proximidades do usuário. Como tem cara de rede social, permite também que os usuários conversem entre si, compartilhando informações sobre os casos e exibe um mapa com a localização exata das ocorrências. Está disponível para iPhone e Android.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.