“Versão brasileira” do WhatsApp ganha função de streaming ao vivo

Por Redação | 05.11.2015 às 13:15

Quem vê o nome ZapZap logo pensa que se trata de brincadeira, mas a verdade é outra. Nesta semana, os desenvolvedores da chamada “versão brasileira do WhatsApp” expandiram ainda mais seu rol de funcionalidades e adicionaram uma opção que permite aos usuários realizarem streaming ao vivo, de forma semelhante ao Periscope, por exemplo. Qualquer um pode criar um canal e angariar uma base de seguidores por meio de transmissões em vídeo ou compartilhamento de imagens ou texto.

O recurso está disponível apenas na versão Android do aplicativo. Pensando na privacidade e em usos diferenciados, o ZapZap também permite a criação de canais privados, que podem ser compartilhados apenas com usuários selecionados por meio de um link. Aqui, a ideia é o uso para apresentações de projetos ou demonstrações rápidas, com assuntos que as pessoas não desejem compartilhar com todo o mundo.

Além disso, dá para selecionar a qualidade da transmissão de acordo com a qualidade da internet disponível, sendo possível fazer o streaming em resoluções de até 480p. Os seguidores recebem uma notificação sempre que alguém de interesse abre um streaming, assistindo diretamente do celular e comentando em tempo real.

A ideia, então, é realmente ir longe. O aplicativo, que começou a ganhar tração na base da brincadeira, vem ganhando cada vez mais recursos, muitas vezes ultrapassando até mesmo sua própria base, o mensageiro instantâneo de código aberto Telegram. Recentemente, por exemplo, o ZapZap se tornou capaz de realizar chamadas de voz entre usuários, o atual terror de muitas operadoras de telefonia.

O próximo passo é uma forma de monetizar os canais. O ZapZap diz estar em contato com parceiros comerciais e de publicidade para incentivar a criação de conteúdo dentro da plataforma, por meio da exibição de anúncios e da divisão dos lucros com os produtores. O objetivo final é criar uma boa alternativa para que artistas, YouTubers e outras personalidades possam criar engajamento direto com sua audiência.

Fonte: ZapZap Messenger