Se quiser, Google pode acessar remotamente o seu Android

Por Redação | 23.11.2015 às 11:18

Um documento elaborado pelo tribunal de Nova Iorque revela que o Google possui poder de invadir qualquer dispositivo que utilize as versões mais antigas do Android caso um juiz determine esse tipo de operação.

O documento trata sobre o impacto da criptografia completa de disco em relação à Lei de Acesso à Informação dos Estados Unidos. O relatório confirma que o Google pode ignorar qualquer senha dos usuários para acessar remotamente os dispositivos que possuem até a versão 5.0 do Android. É importante lembrar, porém, que essa prática é legal apenas nos Estados Unidos com um mandado judicial para acesso às informações do usuário.

"Esse processo pode ser feito pelo Google remotamente e permite que investigadores forenses vejam o conteúdo de um dispositivo", afirma o documento. "O Google pode redefinir senhas quando servido de um mandado de busca e uma ordem instruindo-o a auxiliar as autoridades policiais para extrair dados a partir do dispositivo".

A possibilidade de acessar remotamente as informações dos dispositivos Android mais antigos existe devido à ausência de criptografia completa de disco. Mesmo alguns aparelhos mais novos que possuem esse recurso podem vir com ele desativado de fábrica. Segundo dados do próprio Google, os dispositivos que usam versões inferiores ao Android 5.0 representam 74,1% dos smartphones e tablets com o sistema operacional.

No caso dos iPhones, o documento aponta que qualquer dispositivo com iOS 8 ou superior não está acessível pela Apple e que a criptografia total do disco vem ativada por padrão nestes aparelhos.

Fonte: The Next Web

Fonte: http://thenextweb.com/google/2015/11/22/google-can-remotely-bypass-the-passcode-of-at-least-74-of-android-devices-if-ordered/