Nougat chega a 15,8% dos dispositivos Android

Por Redação | 13 de Setembro de 2017 às 10h45

A versão 7.0 Nougat do Android continua em seu caminho acelerado para se tornar, quem sabe, a mais utilizada do sistema operacional em todo o mundo. De acordo com números divulgados nesta quarta-feira (13) pela Google, a somatória das atualizações 7.0 e 7.1 da plataforma já totalizam 15,8% de todos os usuários do ecossistema, consolidando-se de vez na segunda posição.

O líder, entretanto, ainda é o Marshmallow 6.0. A versão permaneceu na primeira posição com 32,2% de penetração e números até decrescentes, mas de forma bem mais devagar. Se continuar seu ritmo veloz, o Nougat pode até chegar a ameaçar essa liderança, mas a perspectiva é de que ainda vai levar algum tempo até que exista uma mudança no primeiro lugar do pódio.

Números são obtidos a partir de acessos à Google Play Store.

Aos poucos, vão ficando para trás as versões 5.0 e 5.1 Lollipop, com 28,9%, e 4.4 KitKat, que, agora, está com 15,1% de market share. Na quarta colocação está a somatória de todos os lançamentos Jelly Bean, com as atualizações de 4.1 a 4.3 representando, juntas, 6,9% da plataforma. Ice Cream Sandwich 4.0 e Gigerbread 2.3 empataram nos rincões finais com 0,6% cada.

A noção, agora, é de que as duas edições no extremo inferior da lista desapareçam no futuro próximo, não representando mais números significativos na medida em que usuários trocam seus dispositivos antigos por novos. Outra perspectiva é de redução ainda maior nos totais relacionados ao KitKat pelo mesmo motivo, acelerando o crescimento das versões Nougat pela compra de smartphones novos.

A mais recente atualização do Android, Oreo, ainda não aparece na lista, tanto por seu lançamento recente quanto pelo fato de ainda não estar disponível para a esmagadora maioria dos dispositivos em atividade. Mais uma vez temos um fator de atualização, com os números do biscoito crescendo na medida em que os usuários abandonam smartphones antigos e compram novos com a versão pré-instalada ou possibilidade de update.

Os números de usuários ativos são obtidos a partir do fluxo de acessos à Google Play. Para serem considerados em utilização, os smartphones precisam realizar pelo menos um download de aplicativo ou atualização de software durante o período avaliado – é por isso, por exemplo, que versões mais antigas ou descontinuadas acabam desaparecendo rapidamente da listagem, pois não contam mais com suporte dedicado.

Fonte: Google

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.