Interface MIUI 7 chega em 27 de outubro

Por Redação | 21 de Outubro de 2015 às 13h30

Sistemas e interfaces proprietários normalmente são má notícia para os usuários de Android, pois costumam significar uma redução no poder de processamento dos aparelhos e uma carga maior, e muitas vezes desnecessária, sobre eles. Mas esse não parece ser o caso da MIUI, a build customizada da Xiamoi para smartphones cuja nova versão tem lançamento marcado para o dia 27 de outubro.

Alardeada por usuários e pela própria fabricante como uma das melhores de sua categoria, a interface é desenvolvida de maneira extremamente próxima com os usuários. Muitas vezes, suas atualizações entregam exatamente aquilo que os clientes precisam, como é o caso da versão 7, que tem como grande destaque um sistema de otimização do plano de dados.

Prometendo uma economia de até 50% na banda dos usuários, a novidade foi aplicada de forma direcionada a alguns dos principais softwares utilizados no Android. No Instagram, por exemplo, a redução foi de 52% sem reduções no tempo de carregamento, enquanto no Google Chrome esse total varia entre 20% e 40% de acordo com os recursos da página que está sendo aberta.

Além disso, a fabricante promete novidades na interface e, acima de tudo, um funcionamento leve como sempre, de forma a não interferir na performance até mesmo dos aparelhos mais simples. E virão duas versões, uma voltada especificamente para o mercado chinês e outra para o restante do mundo.

A Xiaomi não falou necessariamente sobre lançamentos regionais, e como sempre, o lançamento de atualizações também pode depender de operadoras de telefonia. Mas a boa notícia é que os aparelhos da empresa disponíveis no Brasil também constam na lista de suporte para a atualização, que você pode conferir abaixo:

  • Mi Redmi 2
  • Mi Redmi 2 Pro
  • Mi Redmi 2 Prime
  • Mi Redmi Note 2
  • Mi 4c
  • Mi 4
  • Mi Note
  • Mi Note Pro
  • Mi Redmi Note
  • Mi Pad
  • Mi Mi 4i
  • Mi Mi 3
  • Mi Redmi 1
  • Mi Redmi 1S
  • Mi Mi 2
  • Mi Mi 2S

A MIUI 7 roda sobre a versão 5.1.1 Lollipop do Android e também traz sistemas para aumentar a vida útil da bateria. Automaticamente, o smartphone faz uma varredura dos aplicativos mais utilizados e reduz o poder de processamento disponível para os outros, de forma a focar os esforços naquilo que realmente importa e ampliar a autonomia pelo máximo de tempo possível.

O download é gratuito e deve ser liberado em ondas, de forma a permitir que todos os elegíveis façam o download sem problemas com os servidores.

Fonte: Xiaomi

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.