Huawei garante até dois anos de atualizações para o Honor 8

Por Redação | 19 de Agosto de 2016 às 16h32

Um dos maiores pontos negativos do Android, em relação aos seus concorrentes, é que boa parte de suas OEMs não costuma entregar muitas atualizações de software para seus aparelhos. Deixar um smartphone no esquecimento com a mesma versão do software com que foi lançado é uma prática comum entre os modelos de médio e baixo custo.

Embora nada disso seja novidade, a Huawei parece não estar disposta a seguir essa atitude e, por isso, anunciou nessa sexta-feira (19) que o Honor 8, o seu mais recente lançamento, terá até dois anos de atualizações garantidas. Bacana, não é?

Huawei Honor 8

A empresa não deixou pistas sobre expandir essa promessa para outros aparelhos (Foto: Taylor Wimberly/Google+)

Por mais que a decisão da Huawei se destaque, ela não é nova: a Motorola fez algo bem parecido em 2012, com os modelos RAZR D3 e D1 – e se pensarmos no quanto foi difícil para a empresa cumprir essas promessas, pode ser que a chinesa se atrapalhe um pouco no futuro. De acordo com informações do Android Police, a declaração a respeito das atualizações foi dada por ninguém menos que Taylor Wimberly, o gerente de produtos da Huawei nos EUA.

Durante a declaração feita em seu perfil do Google+, Wimberly afirmou que, com esta decisão, espera tornar o mercado um pouco melhor e que encoraja a concorrência a fazer o mesmo. Original ou não, a atitude da Huawei chama atenção pelo fato da linha Honor tratar de smartphones de médio desempenho, contrariando empresas maiores que atualizam seus topos de linha, mas acabam se esquecendo de aparelhos mais baratos.

Huawei Honor 8

Com tela de 5,2" e uma câmera dupla, o Huawei Honor 8 foi lançado com preços que partem dos US$ 399 (Foto: Divulgação/Huawei)

De qualquer forma, é preciso informar que mesmo muito bem recebida, a "promessa" da Huawei também levantou alguns questionamentos por parte dos usuários: alguns afirmaram que não adiantaria muito prometer atualizações por dois anos caso elas levem tempo demais para serem disponibilizadas, além disso, outros lembraram que em momento algum a empresa promete "dois anos de atualizações", mas sim "até dois anos".

Embora pareça ser uma diferença mínima, essa simples palavra isenta a Huawei de entregar aquilo que ela aparenta estar prometendo e, por isso, a falta de detalhes na afirmação do gerente de produtos da empresa preocupa os possíveis compradores do Honor 8. Caso a companhia realmente cumpra aquilo que dá a entender, esperamos ver o Honor 8 terminar o seu ciclo de atualizações em meados de 2018, um tempo bem maior que a expectativa de "vida" para qualquer outro smartphone do gênero.

Fonte: Taylor Wimberly