Hackers manipularam jogos da Google Play para invadir smartphones

Por Redação | 09 de Outubro de 2015 às 19h24

A empresa de segurança de conteúdo para a Internet Trend Micro descobriu dois aplicativos de jogos disponíveis na Google Play que foram manipulados por hackers e agora permitem o controle total do aparelho.

Os games afetados – "RetroTetris" e "Brain Test" – são capazes de fazer root no dispositivo dos usuários, permitindo assim o acesso à sua raiz, ou seja, é possível controlar partes do Android que antes ficavam inacessíveis para um usuário comum.

A invasão funciona da seguinte forma: o aplicativo executa um código malicioso que envia comandos para a função iniciar RootRunScript do RootGenius SDK (kit de desenvolvimento de software). Esse SDK ajuda o app afetado a baixar exploits da Internet que oferecem privilégios de root no dispositivo.

As investigações da Trend Micro deram acesso ao RetroTetris, que apresenta duas ferramentas para fazer root nos dispositivos Android. A empresa descobriru também que um desses códigos de ferramenta é similar ao código do aplicativo, o que leva a crer que existe uma relação entre o grupo de indivíduos que administram o site e o criador do malware.

A estimativa é de que o problema tenha afetado de 100 a 500 dispositivos Android, principalmente na China. O Brain Test foi removido da Google Play em setembro e a equipe de segurança da loja de apps já foi alertada sobre o bug envolvendo o RetroTetris.

Para evitar que problemas como este afetem seu dispositivo Android, lembre-se de mantê-lo sempre atualizado e fique atento na hora de baixar aplicativos, mesmo na loja oficial do sistema operacional. Uma rápida pesquisa no Google pode ajudar bastante em alguns casos.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.