Google vai punir apps que dão recompensas em troca de avaliações positivas

Por Redação | 07 de Junho de 2017 às 10h24
photo_camera Divulgação

A Google anunciou novas medidas para conter a onda de avaliações falsas em aplicativos da Play Store, punindo os desenvolvedores que entregarem recompensas para que os usuários criem reviews positivos. A ideia é garantir que a loja online traga, nas críticas, apenas experiências “reais” como forma de indicar se um software é ou não de qualidade.

O mesmo vai valer para instalações, acabando com a farra de produtoras que atrelam a entrega de itens ou vantagens gratuitas para quem baixar outra aplicação da mesma autoria. A Google enxerga tais medidas como spam e vai passar a considerá-las como uma fraude dentro da Play Store.

Em ação já estão uma série de dispositivos automatizados para detectar esse tipo de situação, monitorando usuários que são levados diretamente a páginas de avaliação ou de outros softwares a partir de cliques dentro de um aplicativo. Tais situações serão encaradas pela companhia como uma violação dos termos de uso da loja virtual de aplicativos.

Sendo assim, as sanções podem ir desde filtragem dos aplicativos nas listas e destaques como uma remoção completa da loja online, em casos mais críticos. A companhia não falou nisso, mas, como em outras alterações de política, deve dar algum tempo para que os desenvolvedores se adequem e retirem as ofertas de recompensas antes de começarem a sofrer as consequências da mudança de normas.

A companhia citou ainda uma prática comum que levou à alteração. Quando uma empresa lança um novo jogo, por exemplo, cria itens online nos anteriores, com maior sucesso e penetração, para levar os usuários a realizarem o download e recebê-los. Assim, as empresas inflam artificialmente os números relacionados ao novo app, enganando usuários de que aquele título em questão é bastante popular. É uma tática que funciona apenas por algum tempo, até que as críticas reais comecem a aparecer com mais destaque. Ainda assim, entretanto, os ganhos com anúncios e outros recursos já chegaram e estão nos bolsos dos produtores.

Medidas desse tipo vêm sendo aplicadas pela Google desde o ano passado. O primeiro foco de combate foram os aplicativos que manipulavam os rankings, também oferecendo recompensas em troca de avaliações positivas. Eles já estão sendo monitorados e banidos da rede, e agora o foco se volta aos softwares principais.

Por outro lado, permanecem em vigor as permissões de exibição de pop-ups pedindo avaliações. A entrega de itens em troca de reviews também pode ser realizada pelos desenvolvedores, desde que a recompensa não esteja atrelada a uma publicação positiva.

Fonte: Google