Google está bloqueando seus apps oficiais em aparelhos Android sem certificação

Por Ramon de Souza | 26 de Março de 2018 às 15h52
Google
Tudo sobre

Google

A Google está apertando o cerco contra fabricantes “de fundo de quintal”, de acordo com uma reportagem publicada recentemente pelo site XDA Developers. Citando uma fonte anônima da indústria, o portal afirma que, ao longo dos últimos dias, pequenas manufaturadoras (geralmente chinesas, que fabricam celulares “pirateados”) não estão mais sendo capazes de pré-instalar a famosa suite GApps, composta por apps essenciais da Gigante das Buscas para Android (como Gmail, Chrome, Maps etc.).

Como se isso não fosse o suficiente, um participante do fórum do XDA Developers recentemente divulgou uma foto de seu aparelho com o Google Play Services bloqueado. Ao tentar fazer login com sua conta Google, o internauta visualiza uma mensagem explicando que aquele dispositivo não é certificado pela companhia, e, sendo assim, não está autorizado a executar a suite GApps. A tela ainda oferece instruções sobre como proceder para resolver o problema.

(Reprodução: XDA Developers)

Caso você tenha um comprado um gadget não-certificado, o jeito é entrar em contato com a fabricante e torcer para que eles tomem alguma atitude. Já as manufaturadoras em si precisam conversar com a Google para receber a tal certificação — isso só é feito caso o equipamento em questão respeite uma série de definições dispostas em um documento oficial, o que é comprovado através de um teste específico.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O mais interessante é que a Google permite que desenvolvedores de ROMs customizadas utilizem o GApps normalmente; porém, eles precisam registrar seus smartphones em uma página própria, sendo que há um limite de 100 celulares registrados por cada perfil.

Fonte: XDA Developers

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.