Criador do Android quer fazer seu próprio smartphone

Por Redação | 03 de Dezembro de 2015 às 09h30
photo_camera Android Life

Depois de trazer o sistema móvel mais popular do mundo, Andy Rubin está querendo dar um novo e mais ousado passo. Criador do Android, o desenvolvedor e programador agora está querendo criar seu próprio smartphone. Isso mesmo: ele não está mais interessado em trabalhar apenas com o sistema e quer partir para a parte física da coisa, construindo seu próprio aparelho.

Para isso, é claro, ele precisa de dinheiro. Segundo o site The Information, Rubin está arrecadando fundos para dar início à sua companhia e, então, começar a produção de seus smartphones. Além disso, o rumor afirma que o plano do programador é se aproveitar do maior diferencial de sua obra máxima: a liberdade. Como o Android é uma plataforma aberta, ele se torna bastante acessível para novas empresas, principalmente quando elas conseguem se aproveitar dessa característica para trazer algo de novo ou diferente. E, levando em conta que estamos falando do criador da coisa toda, não é difícil imaginar que ele vai saber aproveitar isso melhor do que ninguém.

Além disso, parece que Rubin está tentando também recrutar pessoas para trabalharem nessa sua nova empreitada. Ninguém sabe ao certo quais profissionais foram procurados e nem que cargos mais específicos ele deseja, mas o simples fato de ele estar indo atrás desse pessoal já mostra que a sua ideia de criar uma empresa nova está mais do que avançada.

Andy Rubin

E é isso que realmente chama a atenção. Desde que deixou seu cargo na equipe de desenvolvimento do Android, há dois anos, Andy Rubin vem comentando sobre seu interesse em criar sua própria fabricante de smartphones, mas pouco se viu além de desejos e promessas nesse sentido. Contudo, parece que as coisas mudaram e os primeiros movimentos para tornar isso possível começaram a aparecer. Isso significa que é bem provável que vejamos alguns resultados em um futuro não muito distante.

Isso significa que os fãs do sistema podem ficar de olho e esperando algo grande vindo aí. Mesmo tendo saído da sua equipe de desenvolvimento, Rubin sempre deixou claro que não pretende dar as costas para sua criação e, tendo controle tanto sobre o hardware quanto o software, é bem possível que ele traga algumas surpresas para o mercado mobile no futuro. Será algo pequeno a princípio, mas que pode ter grandes reverberações. Vamos ficar de olho.

Via: The Information, Gizmodo

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.