Cortana deve ser integrada ao Cyanogen OS

Por Redação | 14 de Setembro de 2015 às 10h00

Não é novidade para ninguém que a Microsoft deseja, cada vez mais, estender suas garras para além das próprias plataformas e começar a jogar também no território das rivais. A chegada do pacote Office aos sistemas operacionais Android e iOS foi apenas a ponta do iceberg de uma iniciativa que, em breve, deve tornar a Cortana a assistente de voz oficial do Cyanogen OS.

O sistema operacional customizado é um dos preferidos de quem gosta de expandir as funções do celular e fugir das garras impostas por operadoras de telefonia e também do próprio Google. Baseando-se na tecnologia de código aberto da plataforma, os desenvolvedores pretendem agora integrar a tecnologia de controle por voz da Microsoft, da mesma forma que acontece hoje no Windows Phone, por exemplo.

Isso, para o CEO da Cyanogen, Kirk McMaster, resolve uma das principais desvantagens da Cortana no Android em relação ao sistema operacional proprietário. Apesar de ter um lançamento como app plenamente possível, a assistente passaria longe de ter o mesmo nível de envolvimento com o sistema e, sendo assim, acabaria tendo muitas de suas funções capadas. Algo que, em breve, não vai acontecer com o sistema operacional customizado.

De acordo com o executivo, os desenvolvedores da plataforma já estão trabalhando ativamente para integrar a Cortana ao coração da plataforma e contam com a ajuda da própria Microsoft nesse processo. A ideia é integrar um nível de funcionamento semelhante ao do Google Now, estendendo-se a praticamente todos os aspectos do smartphone ao invés de servir apenas para buscas simples.

Mais do que isso, McMaster aproveitou a oportunidade para cutucar ainda mais a gigante, afirmando que a principal vantagem da Cortana sobre o sistema rival é “não ter sido feito pelo Google”. Mesmo sendo uma versão do Android, a Cyanogen tem feito um esforço, ultimamente, para se posicionar como uma alternativa melhor e concorrente ao sistema operacional, estando inclusive em contato com fabricantes menores para ser o sistema operacional padrão de muitos smartphones inéditos em sua chegada ao mercado.

Apesar de não economizar nos elogios e na demonstração da parceria, a Microsoft não parece estar tão empolgada quanto, já que não comentou sobre essa aliança tão profunda com a Cyanogen. Os trabalhos conjuntos entre as duas, porém, não são novidade, já que o sistema operacional customizado acompanha aplicativos da empresa de Redmond, como o pacote Office e o sistema de armazenamento na nuvem OneDrive, como alternativas às soluções equivalentes apresentadas pelo Google.

Resta, ainda, saber como ficarão nesta história os partidários da liberdade e do código aberto. A separação entre esse público e a Cyanogen é cada vez maior desde que os desenvolvedores do sistema decidiram se organizar em uma empresa. Agora, uma parceria com a “inimiga de todos” Microsoft pode tornar esse abismo ainda mais profundo.

Fonte: Slash Gear

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.