China tem mais de 200 lojas de apps para Android competindo com a Google Play

Por Redação | 08 de Dezembro de 2015 às 10h28

Apesar de 75% dos proprietários de smartphones na China usarem dispositivos Android, o Google não tem lucros proporcionais à sua popularidade na região. Isso porque a loja oficial de aplicativos da empresa compete com mais de 200 outras lojas de terceiros.

No ano passado, a China cortou o acesso a todos os serviços do Google. Com a ausência da loja oficial do Android, as lojas chinesas tiveram maior oportunidade de prosperar e vender aplicativos cujos downloads não vêm dos servidores da empresa de Mountain View.

Entre as centenas de lojas de apps disponíveis na China para usuários de dispositivos Android, as três que mais se destacam são a 360 Mobile Assistant, Myapp e Baidu Mobile Assistant. Desenvolvida pela Quihoo Software, a 360 MA serve pelo menos 400 milhões de usuários. Criado pela Tencent, mesma fabricante do popular WeChat, o Myapp registra 110 milhões de downloads de aplicativos por dia. Já a loja Baidu, criada pelo maior motor de buscas do país, publicou dois dos 10 aplicativos mais baixados de 2014.

Enquanto isso, a loja de apps da Apple não enfrenta problemas e continua gerando lucro na região. O rigoroso controle da empresa da Maçã sobre o sistema operacional do iPhone faz com que a App Store ainda seja a única fonte de jogos e aplicativos legítimos para os usuários chineses. Deixando a pirataria de lado, 65% dos downloads de apps vêm diretamente da App Store, fazendo com que a China seja o terceiro país a gerar mais receita em apps para iOS.

Via Phone Arena