App de mensagens do Android agora facilita cópia de códigos de verificação

Por Felipe Demartini | 14 de Maio de 2018 às 10h56
Android Police
Tudo sobre

Google

As mensagens de texto são a principal maneira de validação em processos de autenticação em dois fatores, usando não apenas a senha tradicional de serviço, mas também um número de celular para confirmar que o usuário é quem diz ser. Sabendo disso, a Google introduziu agora uma pequena mudança em seu app de SMS, facilitando a cópia de validações desse tipo para uso em outros softwares.

Em um update que está sendo liberado aos poucos desde sexta-feira (11), uma opção de “copiar” foi adicionada à notificação de mensagens. Agora, o sistema operacional é capaz de detectar que está lidando com uma mensagem que faz parte de um processo de verificação e dá ao utilizador a opção de carregar a sequência numérica na área de transferência, podendo colar ela rapidamente no aplicativo em que está tentando logar.

É uma dinâmica simples, mas que facilita, já que, até agora, o processo para fazer isso envolvia entrar efetivamente no app de mensagens e selecionar manualmente o código. Ou, no método utilizado por muita gente, memorizar os números e digitá-los diretamente no serviço em que se deseja realizar o login.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Mesmo quem entrar no app de mensagens para verificar o código terá a cópia facilitada. O mesmo botão que aparece nas notificações também foi adicionado à tela do serviço em si, aparecendo logo após o texto recebido e indicando o código numérico, permitindo que ele seja enviado para a área de transferência com apenas um toque.

Atualização do app de mensagens do Android identifica e permite a cópia de códigos de autenticação (Imagem: Reprodução/Android Police)

É um recurso que, por exemplo, já estava disponível há algum tempo em interfaces customizadas de celulares das marcas Xiaomi, Oppo e outras. Agora, porém, deve ser liberado para a esmagadora maioria dos dispositivos Android em operação, uma vez que não depende da atualização do sistema operacional em si, mas sim de um update somente do aplicativo de mensagens. Teoricamente, aparelhos com a versão 5.0 da plataforma em diante são compatíveis com a novidade, que foi liberada gratuitamente, claro.

A autenticação em dois fatores, como o nome já diz, é um método de validação em uma dupla de etapas como forma de garantir segurança adicional às contas. Além da senha em si, ao logar em um serviço a partir de um novo smartphone, computador ou outro aparelho, um código aleatório e temporário é enviado para o celular, de forma a garantir que o responsável pelo login é realmente o dono da conta.

Risco à segurança

Apesar de o uso de mensagens de texto ser o caminho mais comum para isso, ele não é necessariamente o mais seguro. Na composição das mensagens, por exemplo, muitas companhias inserem o código numérico diretamente após as primeiras palavras, o que faz com que ele apareça nas notificações – se terceiros estiverem com seu aparelho, eles terão acesso à prévia dos SMS mesmo com o smartphone bloqueado, podendo, então, logar em serviços como se fossem você.

Ao identificar códigos numéricos e adicionar a opção “Copiar xxxx” à tela de notificações, a Google pode acabar dando, justamente, o acesso que faltava aos interessados em senhas de empresas que tomaram o cuidado de criarem mensagens longas, de forma que a sequência não aparecesse nas notificações. O método de autenticação em dois fatores garante tranquilidade no dia-a-dia digital, mas, como praticamente toda solução de segurança, não deve ser encarada como impenetrável.

Fonte: Android Police

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.