Android pode receber suporte nativo a sensores de identificação biométrica

Por Redação | 22 de Maio de 2015 às 10h24
photo_camera Divulgação

Se os novos rumores sobre o Android M estiverem certos, parece que a identificação biométrica vai mesmo se tornar uma constante no mundo mobile. Informações não-oficiais dão conta que o Google vai incluir um sistema de reconhecimento de impressões digitais na próxima versão de seu sistema operacional, a ser anunciada na semana que vem, durante a conferência Google I/O.

Um anúncio desse tipo, em um evento voltado para desenvolvedores, faz sentido. Normalmente, a empresa libera versões de teste de sua plataforma antes de liberá-lo para o público, o que daria aos produtores de software e fabricantes de celular tempo suficiente para trabalhar com ela e conhecer suas novas funções.

A existência de um sistema desse tipo, claro, também depende de um sensor físico, que possa efetivamente ler as impressões digitais do usuário. E é justamente aqui que está o gargalo, já que, por enquanto, são poucos os dispositivos Andoid que possuem esse tipo de função e todos eles fazem parte dos segmentos de topo de linha, com destaque para os dois últimos lançamentos da linha Galaxy, da Samsung.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Por outro lado, rumores apontam que o novo Nexus também vai contar com esse tipo de tecnologia, mais uma indicação de que a biometria passará a fazer parte do coração do Android. Até agora, os dispositivos que contam com esse tipo de função dependem de softwares desenvolvidos especificamente para isso, mas o Google parece enxergar essa modalidade de segurança como uma tendência.

Na identificação biométrica, a identidade do usuário é confirmada por meio de impressão digital, o que dispensa a digitação de senhas e códigos de acesso. Os dedos podem ser usados tanto para desbloquear o celular quanto para usar serviços online ou validar pagamentos, uma alternativa que diferencia a solução Android daquela encontrada no iPhone, por exemplo, que só permite a realização de transações dentro do ambiente da própria Apple.

Oficialmente, o Google não se pronunciou sobre o assunto. A expectativa para o I/O, porém, é grande e o sensor de biometria deve ser apenas um entre diversos grandes anúncios a serem feitos na conferência, que acontece no dia 28 de maio, nos Estados Unidos. Quem não estiver presente por lá pode assistir a tudo ao vivo e, claro, contar com a cobertura de sempre aqui no Canaltech.

Fonte: Ars Technica

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.