O que acontece quando você remove um app da lista de multitarefa do Android?

Por Redação | 28 de Agosto de 2013 às 08h30

Ao limpar a lista de aplicativos recentes disponibilizada em dispositivos Android, os usuários têm a sensação de que estão realmente gerenciando suas tarefas de maneira eficiente e liberando memória no aparelho. Mas não é bem assim que funciona.

Na verdade, a lista de aplicativos recentes é apenas isso: uma lista de aplicativos recentes com miniaturas. Dianne Hackborn, que trabalha na divisão do Android no Google, explicou por meio de sua conta no Google+ que "a remoção de um aplicativo de e-mail da sua lista de execuções recentes não fará com que ele pare a verificação de e-mail", por exemplo.

O que essa exclusão da lista faz é parar os processos que estão realizados em determinado aplicativo. Assim, por exemplo, se você está fazendo o upload de uma foto para o Facebook e desiste no meio do caminho, você pode deslizar o app da rede social para fora da lista de aplicativos recentes e a ação será interrompida. Mas o Facebook ainda será capaz de enviar notificações sobre cada atividade realizada na rede social para seu smartphone ou tablet.

Lista de aplicativos recentes Android

Lista de aplicativos recentes Android (Imagem: Reprodução)

Então, se você quiser parar completamente a execução de um aplicativo que você acredita estar sugando a vida da sua bateria ou acabando com a sua conexão de dados, pressione por alguns segundos o aplicativo na lista de tarefas recentes e espere aparecer a tela com as informações do aplicativo. Neste menu será possível fechar os aplicativos que deseja, assim ele não vai mais ocupar sua memória RAM nem seu processador.

Vale lembrar que nem todos os aplicativos funcionam da mesma maneira, e a presença da opção de fechamento pode variar de acordo com a sua codificação. Em casos mais extremos, existe a opção de ir até o menu Configurações > Aplicativos > Gerenciar aplicativos e fazer o que chamamos de "Force Close" (Forçar fechamento), e o aplicativo será retirado da memória. Mas vale lembrar que essa ferramenta deve ser usada com muita cautela.

Leia também: Como limpar e acelerar o Android

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.