Novos recursos do Android 4.1 Jelly Bean (que você dificilmente vai conhecer)

Por Pedro Cipoli

No último Google I/O a gigante de buscas anunciou a sua nova versão do Android com inúmeras otimizações de performance e melhorias na aparência. Dentre todas as novidades, a que mais se destaca é o Project Butter (Projeto Manteiga), nome utilizado para descrever a aparência do novo sistema e transições de tela mais rápidas, fuidas e macias. Uma pena que a atualização não estará disponível em muitos aparelhos - por isso mesmo, poucos poderão conferi-las.

De qualquer forma, veja abaixo a lista de novidades desta versão!

Navegador

O Google Chrome passou a ser o navegador padrão dessa versão, sendo consideravelmente mais avançado do que os que normalmente equipam smartphones e tablets de outras marcas. Quem gosta do navegador no desktop ou mesmo possui o programa instalado na versão 4.0 (Ice Cream Sandwich) ficará feliz em saber que o browser mais utilizado do mundo recebeu atualizações de perfomance nessa nova versão, assim como correções de segurança importantes.

Android Jelly Bean

Interface

Desde a versão 2.3 (Gingerbread) o Android passou a adotar interfaces bastante atraentes, o que em geral foi necessário para acompanhar telas cada vez maiores e de maior qualidade. No Android 4.0 (Ice Cream Sandwich) os usuários ficaram bastante satisfeitos com o visual do sistema, e a versão Jelly Bean traz o mesmo design, embora aprimorado, fornecendo ao mesmo tempo melhorias de performance e integração com o hardware para que ela não fique muito pesada.

Um grande exemplo é o Nexus S, primeiro smartphone da empresa que, embora traga especificações modestas atualmente (1 GHz de processador e 512 MB de memória RAM), consegue rodar essa nova versão com bastante competência.

Android Jelly Bean

Teclado inteligente

Além do visual mais moderno, o teclado do Android agora é capaz de aprender mais rapidamente o modo de escrita do usuário para o idioma que está sendo utilizado. A precisão foi aumentada para acompanhar a nova geração de smartphones, que possuem telas maiores e com maior resolução, sendo mais tolerante a erros de digitação. O recurso de conversão de fala para texto também foi aprimorado, adaptado para o idioma que o usuário está utilizando.

Android Jelly Bean

Android Beam

Boa notícia para quem gosta de compartilhar fotos e vídeos via Bluetooth, o Android Beam permite que o número de passos necessários para tranferir qualquer tipo de arquivo com outro smartphone Android seja drasticamente reduzido, sendo compatível com qualquer aparelho que traga um chip NFC.

Android Jelly Bean

Voice Search

Desenvolvido para obter respostas específicas rapidamente, o Voice Search realiza pesquisas utilizando o Knowledge Graph para trazer respostas como "Qual é o tamanho da Torre Eiffel", "Qual foi o PIB do Brasil em 2011" ou mesmo "Quanto é 34 x 55?". Se o usuário deseja ainda mais informações, é possível consultar a referência onde o Voice Search obteve os dados.

Android Jelly Bean

Smart Updates

Recurso há muito tempo aguardado pelos usuários de Android, os Smart Updates permitem que as atualizações fiquem bem menores. Quem possui uma versão mais antiga sabe que todas as vezes que o Google Play pede para atualizar alguns aplicativos, o usuário fica vários minutos sem utilizar o telefone, ainda mais para quem costuma utilizar uma rede 3G para isso.

Com os Smart Updates, apenas a parte do aplicativo que está sendo atualizada é baixada e modificada, reduzindo o tempo total para uma fração de segundo, o que é uma excelente notícia para quem possui um plano de rede móvel com baixa franquia de dados.

Smart Updates Android Jelly Bean

Outros recursos

Essas são apenas algumas das atualizações presentes na nova versão do Android. A lista continua e é bastante longa, incluindo melhorias de acessibilidade, sistema de notificações, software mais avançado de câmera, acesso rápido às configurações do sistema e até um controle de dados incorporado ao próprio sistema, onde é possível selecionar em qual tipo de rede uma tarefa deve ocorrer - no WiFi ou 3G/4G.

Todas as ferramentas desenvolvidas pelo próprio Google receberam atualizações para funcionar de forma mais integrada ao Jelly Bean, então Currents, Maps, Google+, Play Music, Gmail e Youtube funcionam de forma mais fluida do que comparados às versões anteriores.

Por que colocamos (que você provavelmente não vai conhecer) no título? A maioria dos fabricantes não irá atualizar os aparelhos vendidos com versão 2.3 do sistema (Gingerbread) para o Jelly Bean alegando que esses dispositivos não possuem especificações suficientes para a nova versão. O interessante é que o Nexus S, que traz configurações bastante modestas se comparado com os modelos atuais, recebeu prontamente a atualização para o Jelly Bean e roda a nova versão sem problemas.

Fragmentação Android

Isso significa que praticamente 70% de todos os aparelhos vendidos mundialmente não receberão a atualização. Até a data de publicação desta matéria, somente a linha Nexus do Google recebeu a atualização, e somente em mercados desenvolvidos.

Esta é a famosa fragmentação da plataforma do Android, principal motivo para a pouca popularização das novas versões, onde o Android 4.0 mal chega a 10% dos smartphones e o Jelly Bean a 1,5 %. Esse fato faz com que as atualizações do Android sejam mais curiosidade do que fatos, pois infelizmente nos acostumamos a ter nossos aparelhos com várias versões mais antigas.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.