Mais de 1 bilhão de aparelhos Android serão vendidos em 2014, afirma Gartner

Por Redação | 07 de Janeiro de 2014 às 15h06
photo_camera Divulgação

Goste ou não, o Android continuará sendo o sistema operacional móvel mais usado no planeta em 2014. O instituto de pesquisas Gartner divulgou um novo levantamento que exemplifica isso: neste ano, a plataforma do Google vai crescer 26% em comparação com o ano anterior e chegar a mais de 1,1 bilhão de aparelhos. Em 2015, os números devem aumentar para mais de 1,2 bilhão de aparelhos.

Esse crescimento é reflexo do aumento na venda de tablets e smartphones Android em mercados emergentes. O fato de várias companhias e fabricantes usarem o robozinho verde, principalmente pela enorme quantidade de opções de produtos com designs e tamanhos diferentes, ajuda na hora de colocar o software no topo do ranking dos sistemas mais utilizados em dispositivos móveis.

Além disso, o preço é um fator importante que determina o sucesso do Android mundo afora, tornando o sistema bem mais acessível que seus concorrentes. "Não há dúvida de que existe uma equação volume-versus-valor, com usuários de Android comprando dispositivos mais baratos em comparação aos da Apple", disse Annette Zimmerman, analista do Gartner.

Falando na Maçã, a previsão é que os sistemas operacionais iOS e Mac OS estarão em 344 milhões de novos iPhones, iPads e Macs neste ano. A taxa de crescimento é de 28% em relação ao número de dispositivos vendidos no ano passado (mais de 266 milhões). Em 2012, foram 213 milhões de novos produtos vendidos pela Apple no mundo todo.

Ainda nos sistemas operacionais móveis, vale lembrar um dos últimos estudos realizados pelo IDC. A pesquisa, divulgada no final de 2013, revela que quatro em cada cinco smartphones vendidos no planeta rodam a plataforma do Google – ou seja, 81% de todos os celulares são Android. O iOS, da Apple, continua em segundo lugar, com 12,9%, seguido pelo Windows Phone, com 3,6%, e pela BlackBerry, com 1,7%.

Já a Microsoft, segundo o Gartner, deve estar presente em 360 milhões de novos aparelhos, entre PCs, notebooks, tablets e smartphones – um aumento de apenas 32 milhões de unidades se comparadas aos números atingidos em 2013, quando a empresa vendeu 328 milhões de dispositivos. No entanto, quem parece enfrentar uma má fase é a BlackBerry: o sistema, que antes era chamado de RIM, deve cair de 34 mil em 2012 para pouco mais de 15 mil novos aparelhos vendidos neste ano.

O Gartner também afirma que a venda de desktops e notebooks – mercados importantes para alavancar as vendas de empresas como a Microsoft – continuará em declínio, uma tendência que se estende desde a chegada dos smartphones. Em 2014, serão comercializados quase 280 milhões de computadores pessoais, contra os 341 milhões que foram vendidos em 2012.

Por outro lado, somadas, as vendas de todos esses produtos (PCs, tablets, notebooks e smartphones) devem ultrapassar a marca de 2,5 bilhões de gadgets em 2014, o que representa um aumento de 7,7% em relação ao ano passado.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.