Google anuncia primeiro smartphone com Android One

Por Redação | 15 de Setembro de 2014 às 10h45
TUDO SOBRE

Google

A gigante das buscas Goolge lançou nesta segunda-feira (15) na Índia a primeira linha de smartphones equipados com o sistema Android One. Os aparelhos são frutos de uma parceria do Google com as fabricantes Karbonn, Micromax e Spice Mobiles e custam a partir de 6,4 mil rúpias, ou cerca de R$ 245.

Embora o Android seja a plataforma móvel mais usada do mundo, o Google tem notado que há uma experiência ruim de seu sistema em aparelhos com limitação de performance. Desta forma, os usuários não estavam satisfeitos com o desempenho de seus smartphones, o que daria espaço para a compra de aparelhos concorrentes.

Para disponibilizar uma melhor experiência para seus clientes, o Google lançou o Android One que tem por objetivo atingir mercados emergentes. Segundo Sundar Pichai, vice-presidente da divisão Android, o One oferecerá suporte contínuo e adequado para dispositivos mais baratos e de desempenho inferior.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

No blog oficial do Google, o executivo ainda destacou: "Com o Android One, não queremos apenas ajudar as pessoas a ficarem online. Queremos ter certeza de que, quando elas chegarem lá, consigam acessar a riqueza de informações que a rede disponibiliza para todos".

Spice Android One

O novo aparelho com Android One chama-se Spice Android One Dream UNO Mi-498. Ele vem com tela de 4,5 polegadas, CPU MediaTek rodando a 1,3 GHz, 1 GB de memória RAM e 4 GB de armazenamento interno. O aparelho ainda traz uma câmera frontal de 2 megapixels e uma traseira de 5 megapixels. Há suporte a dois cartões SIM e rádio FM.

O mercado indiano é visto com bons olhos pelo Google, visto que um baixo número de pessoas possui smartphones. Segundo dados da corretora Nomura, apenas 10% da população do país possui um aparelho do tipo.

Após a chegada do Android One na Índia, o Google pretende lançar o sistema nas Filipinas, Indonésia e outros países do Sul da Ásia até o final deste ano.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.