Faturamento da Google Play Store mais do que dobra em relação a 2013

Por Redação | 25.06.2014 às 08:00

O Google continua no encalço da Apple em diversos segmentos do mercado mobile, o que inclui também as lojas online de aplicativos. E, agora, a empresa parece estar prosperando em um segmento no qual, tradicionalmente, não era reconhecida: o de renda oriunda da venda de aplicativos. De acordo com dados da App Annie, o faturamento atual com softwares no marketplace do Android é 2,5 vezes maior que o registrado no ano passado. As informações foram publicadas pelo Phone Arena.

Os números são relacionados ao primeiro trimestre de 2014 e foram motivados principalmente pelos games, que cada vez mais enxergam no número gigantesco de usuários de Android uma alternativa para crescerem. Entre janeiro e março, pelo menos 90% dos ganhos adicionais de desenvolvedores na Play Store foram oriundos de jogos.

O mesmo vale também para as alternativas free-to-play que, apesar do download gratuito, utilizam a venda de itens, fases extras e todo tipo de conteúdo para lucrar. Esse é um segmento que quase dobrou de tamanho, chegando a 98% de aumento em relação aos três primeiros meses de 2013 e mostrando que jogos baixados de graça têm grande potencial lucrativo no mundo mobile.

Os países com maior volume nesse crescimento foram Estados Unidos, Japão, Coreia do Sul, Reino Unido e Alemanha. Emergentes como o Brasil e a Rússia, porém, apresentaram um aumento considerável, a ponto de serem considerados pela App Annie como grandes candidatos a figurarem, em um futuro próximo, entre os maiores consumidores de aplicativos da Google Play Store.

Hoje, a loja online do sistema operacional Android conta com 1,5 milhão de aplicativos. Os números totais de faturamento, porém, não foram revelados.