Descoberta nova falha que põe em risco 86% dos dispositivos Android

Por Redação | 30 de Junho de 2014 às 12h48

O Android é um dos sistemas operacionais mais utilizados do mundo, mas isso não significa que ele é o mais seguro. Pesquisadores da IBM revelaram que cerca de 86% dos aparelhos com o sistema operacional do robô verde estão vulneráveis a ataques de cibercriminosos.

De acordo com um relatório divulgado pela IBM na semana passada, uma nova brecha foi encontrada no Android KeyStore, uma parte do sistema reponsável por armazenar as chaves criptográficas dos aplicativos utilizados em dispositivos com Android, como PIN e outros senhas que desbloqueiam os dispositivos. Tendo acesso a estas chaves, um usuário não autorizado pode utilizar facilmente aplicativos protegidos por senhas, como os apps das lojas online onde não é preciso digitar a mesma senha todas as vezes, pois ela já está armazenada na KeyStore.

Para invandir as senhas e explorar um dispositivo com Android da maneira descrita acima, o invasor teria que primeiramente acessar o aparelho e instalar um app nele. Somente então o cibercriminoso teria como acessar as senhas. Não é algo trivial, mas é possível e atualmente quase 90% dos aparelhos com Android estão suceptíveis a este tipo de ataque.

Os aparelhos com a versão 4.4 KitKat já tiveram a falha corrigida e não estão vulneráveis ao ataque. A todos que possuem dispositivos Android com versão anterior a 4.4 KitKat, entretanto, a recomendação é não instalar aplicativos de desenvolvedores desconhecidos e aguardar até que o Google lance um pacote de atualização para corrigir o erro.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.