Android: interromper o funcionamento de apps pode ser ruim para o aparelho

Por Redação | 07 de Outubro de 2014 às 16h30
photo_camera Divulgação

Se você utiliza computadores há algum tempo, já deve ter interrompido o funcionamento de programas para agilizar o funcionamento da máquina. O sistema operacional mobile Android possibilita que esse tipo de ação também seja feita em smartphones e tablets, de modo que aplicativos lentos ou com algum tipo de problema momentâneo não afetem os outros programas ou o “andamento” do restante do dispositivo.

A novidade sobre esse assunto é o simples fato de que interromper o funcionamento dos apps pode ser algo prejudicial para os aparelhos Android. De acordo com a publicação de um desenvolvedor do Greenify – programa que coloca para hibernar apps que não são utilizados com frequência – essa solução realmente economiza memória já que não chega a guardar dados em cache, mas diminui o desempenho do dispositivo e o consumo de bateria. A afirmação foi feita através do Reddit.

Melhor prevenir do que remediar

Esse tipo de dano, por assim dizer, acontece por um motivo bastante simples. Quando um aplicativo é interrompido, as informações sobre ele se perdem e o celular ou tablet precisa de mais ciclos de processamento para fazê-lo funcionar. Esse processo demanda mais tempo e energia do que seria necessário de início, levando às pioras mencionadas acima. Dessa maneira, agilizar o funcionamento do aparelho pode ser prejudicial em algum momento futuro.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Por conta de tudo isso, o desenvolvedor aconselha que apenas aplicativos que não são utilizados com frequência sejam interrompidos – e você deve evitar executar essa ação em programas que dependem da gravação de informações para funcionar. Com isso, os danos não vão acontecer de forma rotineira e também não vão influenciar nos trabalhos importantes que você precisa fazer com o seu smartphone ou tablet.

Apesar desse aviso para os adeptos do sistema Android ser algo importante, vale ressaltar que o caso não foi confirmado pelo Google, de modo que ele pode ser apenas um rumor.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.