Android Wear: desenvolvedor descobre código de integração do sistema com o iOS

Por Redação | 19 de Março de 2015 às 11h55
photo_camera Divulgação

Parece que o Google está disposto a fazer concorrência no quintal da Apple com seus relógios rodando Android Wear. De acordo com o desenvolvedor MohammadAG, responsável por um dos sistemas de desbloqueio dos celulares do robô verde, a versão 4.4 do sistema operacional Wear, que roda em vários smartwatches, traz códigos relacionados a uma integração com a central de notificações do iOS.

Isso, segundo ele, pode significar que o Google pode estar trabalhando em uma comunicação entre os dispositivos e, mais do que isso, poderia até ter aparelhos já funcionando internamente nestas condições. Os códigos encontrados, então, seriam versões preliminares de um desenvolvimento que ainda está em andamento e que faz todo o sentido levando em conta a iminente chegada do Apple Watch, aparelho cujo ideal é dominar o mercado dos relógios inteligentes.

MohammadAG já é reconhecido não apenas pelo seu sistema de root do Android, mas também por ter conseguido fazer com que relógios com Android Wear funcionassem com o iPhone. Por meio de uma série de adaptações e reprogramações, ele permitiu que os smartwatches fossem capazes de receber as notificações do celular e aceitar ou rejeitar chamadas, com o atendimento ainda acontecendo pelo telefone. Para ele, a descoberta dos códigos seria uma prova de que o próprio Google também está trabalhando nisso.

O framework encontrado no código do Android Wear 4.4 se relaciona ao Apple Notification Center Service (ANCS), um sistema que reúne todos os avisos relacionados aos aparelhos com iOS. É ele a base central de boa parte do funcionamento dos smartwatches atuais, que servem como acompanhantes para os celulares que estão no bolso, com ações rápidas e dinâmicas para momentos em que o usuário não quer desbloquear a tela ou se dedicar única e exclusivamente àquela atividade. MohammadAG ainda disse não ter checado se os mesmos códigos também estão presentes na versão 5.0 do sistema – em caso negativo, isso pode significar que o Google desistiu da ideia.

Para o desenvolvedor, é bem provável que, caso o suporte ao iOS chegue ao Android Wear, ele também tenha características básicas como forma de deixar suas grandes utilizações para os celulares com o mesmo sistema operacional. Afinal de contas, a ideia é não ficar para trás no mercado e atrair mais consumidores que procuram uma gama maior de opções com os aparelhos mais baratos equipados com Android.

Essas, no entanto, são cenas dos próximos capítulos que teremos que esperar para conferir. Nem Apple nem Google, claro, comentaram oficialmente sobre essa possibilidade e, por enquanto, pelo menos quando se fala no suporte padrão, o Apple Watch funciona apenas com o iOS, enquanto o Android Wear só se comunica com os aparelhos do robozinho.

Via Slash Gear

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.