5 motivos para NÃO comprar o Samsung Gear S3

Por Adriano Ponte RSS

Se por um lado a diversidade é algo bom, a insistência que ela pode trazer em pontos negativos é uma realidade.

Confira agora os 5 motivos para NÃO levar o Samsung Gear S3 para casa.

ANDROID WEAR

Sair do Android em direção a um sistema baseado em Tizen pode ser uma boa ideia com potencial, mas que sem dúvida traz consequências.

Ao colocar um Android Wear no pulso, tudo instalado no seu celular será checado. Os apps que possuírem extensão para relógios migrarão automaticamente, e pronto. Sempre que um app estiver no seu celular (e novos forem instalados) suas contra-partes compatíveis migram para o relógio de forma automática. No Gear S3, não.

Você deve buscar na loja do relógio os APPs que suportam essa outra plataforma, e problema seu. Sim, problema seu. Muitas coisas não estão á, mesmo que o APP em questão possua versão para relógios - isso não é garantia nenhuma de que ele estará na loja do Gear.

Mais ainda: os comandos por voz do Gear são uma piada. Tente abrir o WhatsApp por ele (ou mandar uma mensagem falada pelo relógio via WhatsApp). O que acontecerá? Nada. O Gear não consegue, pois o sistema baseado em Tizen está atrás do Android Wear.

CARREGADOR PROPRIETÁRIO

A bateria do Gear S3 é generosa. Porém não é ilimitada.

Dado esse conceito, temos um relógio que precisa de carga a cada 3 dias, em média. Nessa hora, você poderá usar a base de carregamento por indução que acompanha o relógio na caixa. É confortável e bonito, até o momento que você queira levar isso no bolso ou numa viagem.

Parece que somente a Sony num passado distante equipou um relógio com entrada de carregador padrão na traseira, permitindo uma solução vasta e abrangente para carregar um portátil de pulso numa emergência ou situação fora da rotina-casa-rotina padrão. Não é no Gear que essa facilidade segue de volta.


NAVEGAÇÃO SEM GESTOS

O Gear S3 tem botões laterais. Muito legal, bem funcional, agradecemos. Porém seu uso é obrigatório em alguns momentos, e isso não é nada legal nem funcional.

Para acessar o menu ou mesmo "voltar" em algumas situações, você precisará recorrer às duas teclas laterais do modelo, um problema para certas posições de mão. Gestos puxando pelo canto da tela na esquerda e direita ajudariam esses pequenos momentos, tal como o Android Wear já faz.

Não é toda a experiência do Gear que esbarra nisso, deixando para alguns momentos essa interação obrigatória com os botões.


MODO AMBIENTE FALHO

Super AMOLED é uma tecnologia de tela que arranca suspiros, seja pela fidelidade das cores ou pelo contraste arrebatador.

O problema é que relógios devem dispor de uma tela sempre ativa para consultar as horas e informações úteis, e apenas AMOLED por AMOLED não segura a bronca. Usualmente temos materiais transflectivos como solução em alguns relógios inteligentes (e de forma massiva em relógios digitais tradicionais).

Se você gosta de locais abertos e relógios, lembre que o Gear S3 precisa da ativação plena de sua tela nessas situações para ser visível.


PREÇO

Amarrar R$ 2.000 no pulso é uma ideia pouco aceita pelas carteiras da maioria, e nós concordamos com isso. Relógios de excelente qualidade com anos de garantia e resistências profanas (como mergulhos profissionais) podem ser achados pouco abaixo dessa faixa, ou mesmo muito abaixo se o relógio em questão for "muito bom", sem as resistências absurdas.

Dito isso, machuca pensar numa telinha que fica descarregada algumas vezes na semana custando tão caro. É um produto muito limitado para um valor que claramente pode ser usado para adquirir um smartphone pleno e de boa qualidade.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome