LG G5 vs LG G4: o comparativo evolutivo

Por Adriano Ponte RSS

O top de linha da LG recebeu uma polêmica versão esse ano, onde a inovação bateu de frente com a realidade, dividindo opiniões. Confira agora nosso comparativo evolutivo do LG G5 vs LG G4.

Construção

Do plástico ao metal. Aquela curvatura que tornava o G4 um aparelho com pegada confortável simplesmente morreu no G5. Também teve uma diminuição de 9.8 mm para 7.7 mm de espessura, e ele tornou-se um aparelho liso, com uma zona saltada na área de câmera. O peso mudou nessa troca para o metal, porém de forma insignificante: de 155 g para 159 g, especificamente.

Temos assim uma evolução grande em qualidade de construção, com um aparelho bem mais premium e sólido. Porém, temos um retrocesso considerável em ergonomia.

O G4 era funcional, o G5 é bonito. Dessa forma, empatamos ambos no quesito evolução, pois abandonar ergonomia em prol do melhor material  é, ao mesmo tempo, um passo para frente, e outro para trás.

Então, ponto para nenhum dos modelos, pois não houve uma evolução real entre eles, nem vantagem real em ficar no modelo passado.

Usabilidade e Desempenho

Na época do lançamento do G4, polêmicas de chipset estavam pelo ar. Processadores com excesso de calor, pouco ganho de performance entre as linhas 800 da Qualcomm; enfim, uma época turva para a indústria.

Dessa forma a LG optou pelo chipset Qualcomm Snapdragon 808, um kit de boa performance, mas "não-top-de-linha", o que deixou o aparelho numa situação "super-intermediária" em termos de mercado. E isso não foi ruim, pois ele bateu como um dos melhores aparelhos do ano de 2015. A questão é que 2016 veio, e com ele o G5, portando um Qualcomm Snapdragon 820.

Significa que o aparelho evoluiu de um quad-core 1.44 GHz Cortex-A53 & dual-core 1.82 GHz Cortex-A57 para umd-core 2.15 GHz Kryo & dual-core 1.6 GHz Kryo. Um salto forte em processamento bruto, e com upgrade de 3 GB RAM para 4 GB RAM.

LG G5, ponto para você, que evoluiu corretamente o modelo do ano passado nesse quesito.

Display e multimídia

Existem barreiras para algumas evoluções. Levar as telas dos aparelhos para 4K é uma ideia quase um tanto babaca, afinal, temos uma tela minúscula que não aproveita ultra resoluções. Fica assim o consenso do 2K, que inunda de detalhes os smartphones. Essa lógica se aplica ao G4 e G5, ambos rodando seus displays em 1440 x 2560 pixels.

A diferença é que a tela do G5 encolheu para 5.3" (exatamente 0.2" menor que o G4). Nada demais, principalmente levando em conta que o painel de ambos aparelhos é do tipo IPS LCD.

Outra pequena mudança: a proteção Corning Gorilla Glass evoluiu da versão 3 para a 4 no modelo G5. São micro mudanças, todas sutis demais para dar um veredito em evolução para um dos dois. Por isso, fica o ponto evolutivo para quem trouxe o display Always-On para a marca. Sim, o G5, que consegue operar o display em modo de energia reduzida, exibindo sempre as horas e algumas informações úteis junto.

Câmeras

No G4, temos uma câmera de 16 MP, f/1.8, com autofoco laser e OIS. No G5, também temos uma câmera de 16 MP (f/1.8), com autofoco laser e OIS. Porém, temos mais uma câmera, de 8 MP (f/2.4), grande angular. É literalmente uma câmera a mais no aparelho. Quanto as câmeras frontais, são de 8 MP, f/2.0 em ambos os modelos.

Nosso comparativo pontua fortemente a evolução do G5, afinal, ele traz virtualmente a mesma câmera do G4, e simplesmente adiciona mais uma câmera ao lado da anterior, feita para clicar cenas mais abertas, conteúdo esportivo e de ação, assim como uma GoPRO faz. É literalmente levar tudo que o G4 tinha, mais uma grande angular ao lado.

Ponto, G5.

Bateria e acessórios

Não vamos dar esse ponto pelo tamanho da bateria em si, pois não tivemos evolução nesse ponto. No G4, eram 3.000 mAh de bateria, com autonomia questionável para passar um dia alimentado. No caso do G5, 2.800 mAh, também com autonomia questionável.

O que faz a diferença aqui é o seguinte: ambos aparelhos contam com Quick Charge, ou seja, a capacidade de encher uma BOA parte da bateria em alguns minutos: no G4, 60% em 30 minutos de carga, e no G5, 83% em 30 minutos de carga. É uma grande diferença.

E ainda mais quando lembramos que 80% é valor ideal de carga para desplugar o telefone do carregador, a fim de prolongar a vida útil da bateria. Portanto, meia hora e você pode levar o celular para passear.

Ponto para o G5.

Preço

Vamos dar algumas risadas nesse quesito?  Isso porque são necessários R$ 1.500 (em média) para levar o LG G4 para casa; e para o LG G5, os valores começam em R$ 3.000, sendo sua aquisição somente por meio de sites de importação e vendas de particulares para particulares, sem garantias em território brasileiro.

LG G4, esse troféu ainda é seu.

Quem ganha?

Finalizamos então desta forma:

  • LG G4 com 01 ponto (em preço);
  •  LG G5 com 4 pontos (em usabilidade e desempenho, display e multimídia, câmeras, bateria e acessórios);

Comparativo evolutivo: aqui é onde medimos se o novo top de linha de alguma fabricante evoluiu de fato. E temos que tirar o chapéu, o G5 é um passo enorme em relação ao G4.

Os únicos pontos negativos do G5 em relação ao antecessor são a pegada e o preço. E quando falamos preço, implicitamente está a não venda nacional do G5, que só pode ser importado.

E então? Vale a pena pagar bem menos por menos recursos, mas suporte nacional, ou dar seus pulos e trazer o aparelho bem mais caro e importado?

Conta pra gente nos comentários.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome