Lenovo Moto G4 Play [Análise]

Por Adriano Ponte RSS

Você deve se lembrar de um tempo atrás, quando “Moto G” era apenas um dos aparelhos da Motorola e não uma linha inteira de smartphones. Pois bem, isso ficou no passado e, agora, a “família Moto G” conta com vários membros, dentre eles o Moto G Play, um dos três “sabores” desta nova fase da linha G.

As três partes da quarta geração do Moto G são o G4, o G4 Plus e o G4 Play. Sendo o G4 o modelo intermediário e o G4 Plus o modelo avançado, sobrando ao G4 Play a porta de entrada para esta família da Lenovo. Ele tem a cara de um Moto G, esteticamente idêntico ao G4 normal e com corpo plástico e bordas metalizadas. Na parte de trás, você encontra uma capa removível e emborrachada.

Para complementar, o gadget vem com nanorrevestimento resistente a respingos d’água e botões laterais texturizados. Enfim, bonito ele é, mas será que ele dá conta do recado e honra o sucesso de seus antecessores? Descubra!

Lenovo Moto G4 Play [Análise]G4 Play, o irmão menor da família Moto G4. (Foto: Canaltech)

Especificações

  • Chipset Qualcomm Snapdragon 410;
  • CPU quad-core de 1,2 GHz Cortex-A53;
  • GPU Adreno 306;
  • 2 GB de memória RAM;
  • 15 GB para armazenamento interno (suporte para cartão microSD de até 128 GB);
  • Tela de LCD de 5 polegadas com resolução de 1.280 x 720 pixels (~294 ppi);
  • Câmera traseira de 8 megapixels, abertura f/2.2 e gravação de vídeos em 1080p@30fps;
  • Câmera frontal de 5 megapixels, abertura de f/2.2 e gravação de vídeos em 1080p@30fps;
  • Conexões Bluetooth 4.1, Wi-Fi b/g/n, 4G LTE, GPS/GLONASS e suporte para dual-sim;
  • Bateria de 2.800 mAh;
  • Dimensões: 144,4 x 72 x 9,9 milímetros;
  • Peso: 137 gramas;
  • Android 6.0.1 Marshmallow.

Display e multimídia

A combinação entre tamanho de tela e resolução do G4 Play deixa você à beira de ver os pixels que compõem as imagens. Para quem tem boa visão, é possível até mesmo notar as linhas serrilhadas em alguns aplicativos, algo especialmente notável em jogos e outras renderizações tridimensionais — eis o custo de ser equipado com uma tela de 720p.

Porém, a experiência geral de uso está dentro do aceitável para a maioria dos usuários, com apenas alguns detalhes deixando aquela impressão de “oh, isso aqui não está em Full HD”. Nada que comprometa a experiência, mas algo bastante estranho para um sucessor do Moto G3. Lógico que a ideia de ter uma tela mais simples ajuda a baratear o produto final, mas, para quem já fez isso no G3, não faz sentido repetir o tipo de tela no modelo do ano seguinte.

Mas há também boas notícias sobre a tela do Moto G4 Play: o recurso de tela inteligente da Motorola está aqui, ou seja, basta pegar o gadget do bolso ou da mesa para ver as horas e as notificações de pronto. Isso também facilita o desbloqueio do smartphone e ainda ajuda a economizar a bateria.

Lenovo Moto G4 Play [Análise]Tela de 5 polegadas e resolução 720p não é a melhor das combinações. (Foto: Canaltech)

Em relação ao áudio, o G4 Play traz apenas uma caixa de som na parte da frente. Apesar de isso entregar a música direto para o usuário, tal característica enrosca na questão da qualidade: como nos irmãos da quarta geração da linha Moto G, a reprodução sonora quebra um galho, mas não supera aquele leve tom de “caixinha de celular”, jogando moderadamente as frequências para o agudo.

A parte multimídia do G4 Play é complementada com suporte para TV Digital. Como era de se esperar, temos mais um telefone como o “toco” de antena presa no fone de ouvido, para que os canais possam ser sintonizados. Fazendo isso, você pode acessar a interface da TV Digital e navegar tranquilamente pelos canais, pela grade de programação e gravar sues programas favoritos.

Durante os nossos testes, não notamos a compatibilidade do G4 normal presente no G4 Play. Falamos da sintonia da TV em dois padrões (Full-Seg/1-Seg), garantindo imagem DH na recepção. No caso do G4 Play, apenas o 1-Seg foi sintonizado, mesmo havendo cobertura plena em nossa localidade. O resultado disso é uma imagem de TV toda quadriculada, parecendo um vídeo compactado do WhatsApp. Horrível.

Usabilidade e desempenho

Sem qualquer alteração no Android, como era de se esperar da Lenovo/Motorola, o gadget mostra que a empresa aprendeu com o passar do tempo que o Google sabe o que faz com o seu próprio sistema mobile. O que temos de diferente no G4 Play é o mesmo dos outros membros da família: o aplicativo Moto para gerenciar a tela inteligente, o sistema de comandos de voz e a interface para uso com uma única mão. Em suma, Android quase puro.

Sobre o hardware, temos aqui o mesmo Chipset do G3, ou seja, o mesmo coração do aparelho da geração passada batendo no peito novíssimo do G4 Play. Apesar de parecer, isso não é totalmente ruim, afinal nós falamos bem do Moto G3 quando ele foi lançado. Ele era um aparelho rápido para um intermediário, não esquentava e mandava bem na execução da maioria das tarefas quando comparado com os seus principais concorrentes.

Contudo, não há como negar que existem chipsets Qualcomm atuais que já renovaram a proposta do Snapdragon 410. Eles possibilitam economia de energia aprimorada e também mais rendimento graças às otimizações naturais que um novo chipset apresenta. Por isso, reciclar um chip do ano passado é chamar o consumidor de bobo e este gadget poderia se chamar Moto G3 2016.

Câmeras

Os números das câmeras indicam que o G4 Play está abaixo do G4 e do G4 Plus, como era de se esperar. Porém, se o tamanho das fotos aqui é menor, a qualidade não fica tão abaixo assim. Mesmo em ambientes mais escuros, notamos uma maturidade considerável do aparelho para suavizar e tentar limpar os ruídos e aberrações cromáticas de tais situações.

Lenovo Moto G4 Play [Análise]Câmeras do G4 Play não decepcionam. (Foto: Canaltech)

Claro, com isso vem também um tom aquarela/pastel em toda a fotografia, mas nada que a deixe ruim de fato. Os resultados ficam entre “fotos legais” e “fotos de celular”, o suficiente para agradar a maioria dos usuários. Em condições ideais de luz, o efeito de suavização diminui bastante e mostra que o sensor de 8 MP é capaz de produzir fotos consideravelmente boas para a sua faixa de preço — e a câmera frontal segue o mesmo ritmo.

Uma ausência sentida no G4 Play é a da ativação rápida da câmera com gestos, algo disponível em seus irmãos maiores. Outra curiosidade: a Motorola tem orgulho de mostrar que as suas câmeras melhoraram em relação às gerações passadas, deixando o extra de oferecer dois anos de armazenamento gratuito de fotos em tamanho original no Google Fotos também para o G4 Play. Ou seja, você pode guardar todas as suas fotos sem comprimi-las no serviço do Google durante este período

Bateria e acessórios

Em nossos testes, rodamos diversas vezes serviços de streaming durante uma hora contínua, com Wi-Fi ativo e brilho de tela no máximo. Neste cenário, observamos descarga média de 13% da bateria por hora, marca que empata tecnicamente com o G4 e o G4 Plus. Sendo assim, o mesmo veredito: eis aqui um aparelho que chega ao final do dia em uso ativo, com tudo para demandar apenas uma nova recarga pela noite.

Lenovo Moto G4 Play [Análise]G4 Play complementa a quarta geração do Moto G. (Foto: Canaltech)

E vale lembrar ainda que o G4 Play vem acompanhado de um ótimo carregador com suporte para carregamento rápido. Nós testamos isso e foi possível recarregar cerca de 50% da bateria em apenas 30 minutos ligado na tomada, uma marca interessante, porém abaixo do esperado para carregadores rápidos.

Vale a pena?

Você deve ter notado que o G4 Play é bem parecido com o G3 do ano passado, e ainda com o detalhe da câmera minimamente inferior (nos números). Dito isso, lembramos que o Moto G3 ainda está à venda no site oficial da Motorola Brasil, custando basicamente os mesmos R$ 899 cobrados pelo Moto G4 Play — um tapa na cara da sociedade.

Então, como falamos em “sabores” lá em cima, no início desta análise, vamos concluí-la da mesma forma: o Moto G4 Play tem sabor de passado. 

E você, o que acha? Este G4 com cara de G3 tem recursos e preços atraentes? Vale mais a pena investir nele ou continuar comprar o modelo do ano passado? Se você não se lembra, assista aqui a análise do G3. Depois, não deixe comentar qual a sua impressão sobre o G4 Play.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome