Google Pixel vs Samsung Galaxy S7 [Comparativo]

Por Adriano Ponte RSS

Aparelhos com alto poder de fogo agregam funções de alto interesse, além do desempenho propriamente dito. Como escolher entre opções como o Samsung Galaxy S7 e o Google Pixel? Isso você confere agora neste comparativo.

CONSTRUÇÃO

Começando pelo Galaxy S7, temos um aparelho de metal e vidro, contando com o clássico botão "Home" físico da Samsung. Seu acabamento "unibody" mostra-se muito brilhante, com tratamento espelhado na traseira.

Apesar da construção vítrea, ele oferece certificação IP68, permitindo submersões em água doce em até 1.5m de profundidade por no máximo 30 min.

Já no Pixel, temos um aparelho construído em alumínio aeroespacial, mas equipado com uma peça de vidro em sua traseira. Isso não ajuda muito com a pegada terrivelmente lisa do modelo. Sendo assim, a possível cartada de resistência mais elevada do corpo do Pixel contra o S7 cai por terra, mostrando-se um modelo "indeciso" entre conforto e praticidade (afinal o S7, mesmo sendo de puro vidro, é um bom aparelho para não escorregar das mãos).

Mas a questão é simples: entre dois aparelhos de alto nível, onde o Google Pixel não traz proteção contra acidentes aquáticos, temos uma situação clara de desvantagem (um nível acima da questão do vidro). Oficialmente nenhum dos modelos suporta quedas, portanto o fator "água" vence.

Ponto para o Galaxy S7.

USABILIDADE + DESEMPENHO

Começando pelo Pixel, temos um aparelho com chipset Qualcomm Snapdragon 821, contando com:

  • CPU Quad-core (2x2.15 GHz Kryo & 2x1.6 GHz Kryo)
  • GPU Adreno 530
  • 4 GB RAM
  • Armazenamento interno de 32/128 GB
  • Leitor de impressões digitais traseiro

E indo para o Galaxy S7, temos um aparelho com chipset Exynos 8890 Octa, contando com:

  • CPU Quad-core (2.3 GHz Cortex-A53) + Quad-core (1.6 GHz Cortex-A53)
  • GPU Mali-T880 MP12
  • 4 GB RAM
  • Armazenamento interno de 32 GB (com suporte a cartão microSD)
  • Leitor de impressões digitais frontal

Dessa vez, não temos ambos aparelhos com equivalência entre seus sistemas operacionais. O Android que corre no Pixel é um ABISMO de diferença da versão customizada do sistema que move o S7, que chega entulhado de inúmeros bloatwares e programas duvidosos da Samsung, além de inúmeros serviços de fundo e plugins indestrutíveis da fabricante voltados à linha GEAR (mesmo que você nunca tenha um acessório da linha GEAR, tudo relacionado a ela fica no seu S7, ocupando espaço e RAM).

No Pixel, além do Android puro (exatamente como o Google o desenvolve), temos as atualizações de sistema em primeiríssima mão, antes de todos os outros aparelhos das outras marcas (e com garantias do GOOGLE, pai do Android, de ficar assim por um bom tempo).

Como ambos são aparelhos de ponta e tem desempenho altíssimo, optamos pelo ponto via software, QUE NESSE CASO faz uma diferença gritante entre os dois modelos.

Ponto para o Google Pixel.

DISPLAY e MULTIMÍDIA

De um lado, temos o Samsung Galaxy S7 com suas 5.1" de tela Super AMOLED, rodando em 1440 x 2560 (resultando em 577 ppi).

No Google Pixel, temos uma tela AMOLED de 5" (com acabamento 2.5D + proteção Gorilla Glass 4), rodando na resolução FHD (1080 x 1920), fechando em 441ppi de densidade.

Em ambos os casos, temos AMOLED na jogada, o que significa para os dois lados excelentes níveis de contraste, tons de preto reais (onde os pixels escuros apagam de forma individual, evitando vazamentos de luz). Isso cria misturas de cor vivas e precisas, além de imagens brilhantes.

A questão é simples, porém. Com tamanhos de tela virtualmente iguais, temos resolução maior no Galaxy S7, consequentemente subindo a densidade de pixels no aparelho.

Ponto para o Galaxy S7.

CÂMERAS

Equipando o Pixel, temos um sensor de 12.3MP na traseira (com detecção de fase + foco laser), além de f/2.0 (26mm). Ele produz vídeos em 4K @30fps. Não há estabilização óptica no Pixel.

Já do lado Galaxy S7, temos um sensor de 12 MP (f/1.7) 26mm, com OIS (ou estabilização óptica de imagem).

Usando o pixel, temos a ativação do modo HDR+ sempre que iniciamos sua câmera, mantendo de forma passiva os últimos 9 quadros da fotografia que está prestes a ser tirada já na memória do aparelho, pronto para criar uma foto de alta qualidade fundindo eles com a captura que você realizar; dessa forma, ele preserva os detalhes da foto e aplica correções/estabilizações imediatamente após a captura da foto, sem esperas.

Quanto ao S7, temos um aparelho com uma excelente abertura de (f/1.7), permitindo a entrada de mais luz no sensor. Fotos noturnas são muito bem trabalhadas, sendo a estabilização física da lente e a boa quantidade de luz fatores que ajudam de forma direta o não tremor de quase todas as capturas, além de não haver tempo de espera entre um clique e outro, além do registro excelente de detalhes e cores nas imagens.

Existem situações onde uma câmera se sai melhor que a outra, porém na maioria esmagadora dos casos, ambos apresentam excelentes imagens. A tendência é que situações de luz e sombra mista (HDR) sejam melhor percebidas pelo Pixel, ao passo que cenas noturnas ou com luz desfavorável sejam melhor criadas nas imagens do S7.

Sendo assim, um empate entre ambos é o resultado para suas câmeras de alta qualidade e desempenho.

BATERIA e ACESSÓRIOS

Indo contra a espessura excessivamente fina do S6, temos no S7 um aparelho com bateria mais interessante (trazendo 3000 mAh dentro de si).

Já no Pixel, temos uma bateria de 2.770 mAh.

Ambos modelos contam com alto poder de processamento, e isso exige bastante de suas baterias (principalmente aliadas com displays de alta qualidade em ambos os lados). Dentro das mesmas rotinas de teste, notamos que o Pixel consome aprox. 15% de sua carga por hora, ao passo que o S7 gira em torno de 12% de descarga por hora.

Ponto para o Galaxy S7.

PREÇO

Valendo agora os preços de ambos modelos no exterior (pois o Pixel não é vendido no Brasil). Vamos lá:

  • US$ 649 para o Google Pixel;
  • Aproximadamente US$ 450 para o Galaxy S7 (de 32GB);

Ponto para o (menos caro) Galaxy S7.

QUEM GANHA?

Finalizamos então desta forma:

  • Google Pixel com 2 pontos (em USABILIDADE + DESEMPENHO, CÂMERAS);
  • Galaxy S7 com 5 pontos (em CONSTRUÇÃO, DISPLAY e MULTIMÍDIA, CÂMERAS, BATERIA e ACESSÓRIOS, PREÇO);

E chegamos ao final do comparativo com o Galaxy S7 como vencedor da disputa.

O Google Pixel traz a excelência de ser um dispositivo potente com o melhor software Android que temos no momento, sem interferências de fabricantes sobre ele; porém falamos de um aparelho muito caro e quem nem está à venda por aqui.

A probabilidade é que o Galaxy S7 seja sempre a escolha óbvia nesta disputa, sendo menos abusivo no preço e de fácil aquisição em qualquer loja.

E então? Você concorda com isso, ou se esforçaria para agarrar um Pixel (e pagar 2 rins por ele)?

Conta para gente nos comentários.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome