Comparativo: Galaxy S7 Edge vs Galaxy S6 Edge

Por Adriano Ponte RSS

Todo ano é a mesma coisa: as grandes fabricantes de smartphones vão lançar novos aparelhos para atualizar a sua linha de gadgets. Contudo, apesar de o mais novo sempre parecer ser o melhor, isso nem sempre se justifica na prática, e é justamente por isso que nós preparamos mais um comparativo detalhado que, desta vez, coloca frente a frente o S6 Edge e o S7 Edge.

Vamos lá!

Construção

Um ano depois, a Samsung abandonou a proposta de afinar os aparelhos sem necessidade e o Edge deu uma engordada, voltando para um tamanho e peso adequados ao mundo real. Então, temos o seguinte panorama: O S6 Edge pesa 132 gramas e mede 7 milímetros de espessura, enquanto o S7 Edge pesa 157 gramas e 7,7 milímetros. Apesar de os aumentos sugerirem algo ruim, houve melhorias significativas com estas mudanças, como um gadget com uma pegada muito mais anatômica.

Apesar deste detalhe, temos no S7 Edge a mesma cobertura de vidro e metal do seu antecessor, além da mesma estética curvada na frente e lisa atrás. Contudo, no aparelho mais recente houve a correção de um erro: a câmera saltada para fora do corpo do S6 foi amenizada com o novo tamanho, além de ter ganhado proteção à prova d'água. Então, mesmo com uma construção quase idêntica à do S6 Edge, o S7 Edge está melhor e mais resistente; ponto para ele.

SAMSUNG GALAXY S6 EDGEGalaxy S6 Edge já foi o principal aparelho da Samsung. (Foto: Renan Pagliarusi/Canaltech)

Usabilidade e desempenho

Começando pelo mais antigo, temos dentro do S6 Edge um chipset Exynos 7420 Octa, CPU quad-core de 1,5 GHz Cortex-A53 e quad-core 2,1 GHz Cortex-A57, CPU Mali-T760MP8 e 3 GB de memória RAM. No S7 Edge  encontramos um chipset Exynos 8890 Octa, CPU quad-core 2,3 GHZ Cortex-A53 e quad-core 1,6 GHz Cortex-A53, GPU Mali-T880 MP12 e 4 GB de RAM.

Analisando os dados é possível concluir que temos dois monstros diante de nossos olhos, ignorância pura quando se fala em poder de fogo. Naturalmente, a Samsung emplacou chips evoluídos e deu um passo adiante com o S7 Edge com 1 GB a mais de RAM — o que funcionou muito bem. Enfim, mais um ponto para ele.

Tela

O S6 Edge traz um display com bordas curvas Super AMOLED de 5,1 polegadas e resolução de 1.440 x 2.560 (~577 ppi). O S7 Edge traz a mesma tecnologia Super AMOLED e a mesma resolução, mas em uma tela de 5,7 polegadas (com ~534 ppi). Dados quase iguais e que colocam um ponto de interrogação na cabeça de quem faz uma análise comparativa, então, como desempatamos isso?

A resposta é, como você já viu em outros comparativos por aqui, via software. O recurso Always-On presente no S7 Edge permite que apenas os pixels necessários da tela Super AMOLED fiquem ligados, mostrando hora e notificações o tempo todo sem gastar muita energia. Talvez este recurso chegue um dia ao S6 Edge via atualização de software, mas, por enquanto, isso não aconteceu — ou seja, o S7 Edge sai vencedor em mais um quesito.

Câmeras

Fotografia foi algo de destaque na linha Edge deste a última geração: o S6 conta com sensor traseiro de 16 megapixels, abertura f/1.9, 28 mm, estabilização óptica e sensor frontal de 5 megapixels. Já o S7 Edge vem com câmera traseira de 12 megapixels, abertura f/1.7, 26 mm, estabilização óptica e sensor frontal também com 6 megapixels.

Há menos resolução no novo S7 Edge, mas isso veio em troca de maior capacidade para registrar fotografias noturnas e também de um sistema focal mais maduro. São quase quatro vezes mais velocidade de foco em situações de baixa luz no novo modelo. Se fossem apenas estes pontos, o empate seria o resultado mais justo aqui, porém, a representação de cores do sensor reformulado do S7 Edge também evoluiu. Então, mais uma vitória para o lançamento mais recente da Samsung.

Galaxy S7 EdgeGalaxy S7 Edge se sai melhor em tudo. (Foto: Canaltech)

Bateria

Abrindo mão do design fino além da conta, a Samsung deu mais bateria para o Edge. Então, se na versão S6 havia 2.600 mAh à sua disposição, no S7, este valor sobre para 3.600 mAh — um salto de 1.000  mAh. Somando isto ao novo chipset Exynos, otimizado para aproveitar melhor a energia, o ponto aqui também vai para o S6 Edge.

Preço

De acordo com a loja oficial da Samsung, o preço do S7 Edge é de R$ 4.299, enquanto o S6 Edge pode ser adquirido por R$ 2.700. Mesmo sendo caro, o S6 Edge é custa menos — são R$ 1,6 mil a menos ai na conta —, então, um ponto de honra para ele.

Quem ganha?

Ao final de mais um embate, temos o seguinte placar:

  • Galaxy S6 Edge: 1 ponto (preço);
  • Galaxy S7 Edge: 5 pontos (construção, usabilidade e desempenho, tela, câmeras e bateria).

Novamente, e como era de se esperar, a nova geração mostrou a que veio e ultrapassou todos os quesitos nos quais o antecessor reinava. Contudo, aqui vai um bom conselho: tirando a bateria, o S6 Edge é um ótimo concorrente em todos os demais quesitos, então, a enorme diferença de preço entre os dois gadgets acaba pendendo a balança para o lado do mais antigo. Agora, se você está diposto a abrir a carteira e pagar R$ 4,3 mil em um único dispositivo, então não há dúvidas: vá de S7 Edge, talvez o aparelho mais potente do mercado na atualidade.

E você, o que achou da comparação? Acha que a evolução do S7 Edge justifica o preço R$ 1,6 mil a mais cobrado por ele? Deixe a resposta aí nos comentários.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome