5 motivos para você NÃO comprar o Quantum MUV UP

Por Wellington Arruda RSS

Smartphones intermediários/de entrada são sempre muito procurados pelo público brasileiro, e o modelo que a Quantum escolheu para estrear 2017 foi o MUV Up, que segue esta linha. Embora traga bons recursos e um belo visual, algumas coisas não agradam tanto no MUV Up, e nós destacamos algumas para vocês. Confira agora 5 motivos para não comprar o smartphone da marca brasileira.

Visual bonito, mas...

Nós já citamos em outros vídeos que o visual do Quantum MUV Up é bastante bonito. A simplicidade agrada, estando alinhada com o tom mais escuro. O problema é que a câmera traseira fica um pouquinho saltada, o que pra muita gente é um certo incômodo. Devemos nos atentar, também, ao fato de que a entrada micro USB fica no topo do aparelho, numa posição certamente duvidosa.

Outra coisa que ficou fora do projeto foi alguma certificação contra água ou poeira, coisa que alguns concorrentes como o Moto G5 possuem.

Alto-falante

Com o alto-falante do MUV Up, que fica localizado na traseira do smartphone, conseguimos perceber distorções durante as reproduções. Ondulações no áudio também são perceptíveis, fazendo com que o que você esteja escutando passe por algumas instabilidades. O que ficou faltando foi algo mais relativamente potente para multimídia, que não aparenta ser o principal foco do dispositivo para estes casos.

Bateria

O MUV Up tem uma bateria de 3.000 mAh, suficiente para alimentar os componentes, que já são econômicos. Mas, mais uma vez nos deparamos com um smartphone que dura apenas um dia. A descarga média dele nos nossos testes foi de 20%, e embora a sua autonomia seja equiparável com a de outros aparelhos, nós realmente esperávamos um pouquinho mais do celular da Quantum.

Câmera traseira

Nós falamos bem da câmera frontal do MUV Up no vídeo com 5 motivos para você comprá-lo, e agora voltamos às fotos. Diferente do sensor de selfies, a câmera principal do dispositivo traz qualidade satisfatória para um modelo mais básico, que não é o seu caso. Em cenários com pouca luminosidade o aparelho tem bastante dificuldade, e o modo HDR geralmente não ajuda.

Preço? Preço!

O MUV Up é vendido por R$ 999 à vista pela Quantum, valor este que é equiparável a outros intermediários. Veja bem, ele não está com um valor alto em relação aos seus concorrentes, mas uma peculiaridade pode causar desconforto nos usuários. Seu irmão mais robusto, o Quantum FLY, teve seu valor reduzido de R$ 1.499 para R$ 999 também à vista.

Neste caso, você fica entre um smartphone intermediário/de entrada com boas especificações, e um modelo mais robusto com melhores especificações e recursos. Escolha difícil para alguns, nem tanto para outros.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome