Lenovo Vibe C2 [Análise]

Por Adriano Ponte RSS

Se tem algo que a Lenovo não pode ser acusada de fazer é de lançar poucos aparelhos. Mesmo após a aquisição da Motorola e a continuidade da família Moto (que agora conta com as linhas E, G, X e Z), a companhia continua investindo na família Vibe, com a nova bola da vez sendo um novo membro da linha C. O Vibe C2 vem como uma peça retrô com tela de 5 polegadas e hardware mediano.

Aqui, você vai encontrar plástico para todos os lados, sem qualquer tipo de texturização para deixar o toque melhor — o gadget “oferece” inclusive aquele barulho de plástico sendo riscado pela unha (confere no vídeo ali em cima). Pesando apenas 139 gramas e com 8,6 milímetros de espessura, ele é uma tentativa da Lenovo de dar uma alternativa para quem quer gastar pouco para ter um smartphone. Será que o Vibe C2 consegue isso? Será que ele vale a pena? Confira agora em nossa análise.

Lenovo Vibe C2Vibe C2: o novo aparelho de entrada da Lenovo. (Foto: Leonardo Pavini/Canaltech)

Especificações

  • Chipset MediaTek MT6735P;
  • CPU quad-core 1,0 GHz Cortex-A53;
  • GPU Mali-T720MP2;
  • 1 GB de memória RAM;
  • 16 GB para armazenamento interno (com suporte para microSD de até 32 GB);
  • Tela IPS LCD de 5 polegadas com resolução 720 x 1.280 pixels (~294 ppi);
  • Câmera traseira de 8 megapixels com autofoco flash de LED;
  • Câmera frontal de 5 megapixels;
  • Conexões Wi-Fi b/g/n, Bluetooh 4.0, GPS e suporte para dual SIM;
  • Dimensões: 143 x 71,4 x 8,6 milímetros;
  • Peso: 139 gramas;
  • Android 6.0 Marshmallow.

Display e multimídia

Você pode pensar que, por estarmos em 2016, seria uma obrigação das companhias trazer uma tela com no mínimo 1080p de resolução — mas, bem, se você pensa assim, nós não podemos concordar. Aparelhos com tela de 5 polegadas e 720p dão para o gasto, especialmente em casos como os do Vibe C2, que foca no equilíbrio, dispensando os tons vibrantes (a parte ruim) e também cores lavadas ou manchadas (a parte boa). Os tons escuros também mantêm o mesmo padrão: nada que impressione, mas nada que incomode. Então, ele passa em nosso teste.

Além disso, vale destacar que a resolução “baixa” tanto combina com o tamanho do gadget quanto ajuda a aliviar o consumo da bateria. Como exemplo, lembremos do LG G5 SE, que traz uma tela com resolução de 2K que pesa bastante no desempenho geral da peça. Em suma, mais um ponto positivo para um aparelho de entrada.

Na parte multimídia, temos dois pontos a destacar: o primeiro é a descrição dada pela Lenovo para o sistema de áudio do C2. No site oficial diz que o aparelho conta com “som potente e de alta qualidade com a tecnologia Waves MaxxAudio”. Agora, o segundo (e mais importante) ponto: a realidade.

Lenovo Vibe C2Tela e kit multimídia do C2 não decepcionam. (Foto: Leonardo Pavini/Canaltech)

De fato, temos um som bem acima daquela clássica qualidade estilo “caixinha de celular”, com volumes altos e as frequências que não distorcem. O problema fica apenas pela tendência forte do sistema de som em tornar tudo mais agudo do que o normal, com até mesmo as frequências médias subindo um nível. Em poucas palavras, não são sons fiéis aos originais que saem dali, só que esta “versão” não original que chega aos seus ouvidos é boa. 

Usabilidade e desempenho

Durante os nossos testes, notamos perdas de quadro inclusive ao longo da reprodução de vídeos do YouTube, deixando claro que você não terá uma experiência fluída com este dispositivo. Em games, o mesmo comportamento se repete, dando aquela impressão de que tudo vai bem até que acontece algo e o sistema dá umas engasgadas. Pela nossa experiência, uma explicação para isso é a pouca quantidade de memória RAM.

Nem vamos pensar em CPU e GPU: 1 GB de RAM é um gargalo excelente para comprometer todo o sistema e a experiência do Android como um todo, e a Lenovo pecou feio em equipar o C2 com pouca RAM. Pelo desempenho, o C2 chega a lembrar o Alcatel Pixi, que avaliamos este ano aqui no Canaltech. Em suma, mesmo que este dispositivo tivesse um processador de 15 núcleos, 1 GB de RAM ainda seria um grande problema.

Câmeras

As câmeras do Vibe C2 deixam claro que não é só o visual do gadget que lembra o de smartphones mais antigos, o seu desempenho também. As fotos feitas nele são cheias de ruído, invasões de luz e tudo mais, parecendo muito com os sensores de 3 megapixels que eram comuns há alguns anos. Nem vamos gastar muito tempo aqui: o C2 é horrível para fotos, e a câmera frontal repete o mesmo padrão de qualidade bem duvidosa.

Bateria e acessórios

Em nossos testes básicos de streaming, pudemos notar que a descarga média do C2 em uso contínuo é de 15% da bateria por hora, deixando o aparelho na clássica categoria “OK, é quase certeza que chego ao final do dia com você”. Em outras palavras: aprovado.

Lenovo Vibe C2Câmera do C2 é um desastre. (Foto: Leonardo Pavini/Canaltech)

Vale lembrar ainda que o gadget conta com sistema de carregamento rápido da Lenovo, algo bastante alardeado pela fabricante. Em nossos testes, foi possível aumentar a carga da bateria de 10% para 43% em apenas meia hora de carga usando o carregador de 5 V / 2A que acompanha o smartphone.

Vale a pena?

Com preço variando de R$ 630 a R$ 700, o Lenovo Vibe C2 é um aparelho de entrada com valor adequado para o inflacionado mercado brasileiro. Porém, o nosso veredito para ele é: não vale a pena. Por um valor igual ou ligeiramente superior, você pode levar para casa aparelhos bem mais interessantes, como o Quantum GO ou o Vibe K5, da Lenovo.

E o grande problema aqui não são os 720p de resolução ou o processador de 1,0 GHz, mas sim a baixa quantidade de memória RAM. Isso é receita para problemas e afeta o desempenho de todo o sistema operacional, deixando o gadget não apenas recomendado para uso básico, mas limitado a este tipo de experiência.

Lenovo Vibe C2 Lenovo Vibe C2 Lenovo Vibe C2 Lenovo Vibe C2 Lenovo Vibe C2 Lenovo Vibe C2 Lenovo Vibe C2 Lenovo Vibe C2 Lenovo Vibe C2 Lenovo Vibe C2 Lenovo Vibe C2 Lenovo Vibe C2 Lenovo Vibe C2 Lenovo Vibe C2
Lenovo Vibe C2
Lenovo Vibe C2 slideshow lupa
Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome