5 motivos para você NÃO comprar o iPhone SE

Por Redação

Apesar de ser a empresa mais valiosa do mundo na atualidade, não é sempre que a Apple acerta, e é justamente por um histórico no qual falhas e acertos convivem lado a lado que muita gente fica desconfiada quando a companhia faz um anúncio “alternativo”. O iPhone SE, um aparelho de “baixo custo” que vem para substituir o iPhone 5c, foi lançado há algumas semanas e se encaixa perfeitamente nesta descrição.

Assim, é normal que muitas pessoas se perguntem se realmente vale a pena adquirir ou não o gadget, afinal ele é “barato” apenas se comparado aos demais iPhones. Se você está indeciso, aqui vão cinco motivos para você não comprar o novo iPhone SE.

1. Design ultrapassado

Um dos pontos sobre o qual não há qualquer discussão a respeito do iPhone SE é o fato de ele ser idêntico ao iPhone 5/5s. Tem quem goste, mas boa parte dos usuários não pareceu satisfeita quanto a isso. Comprar um iPhone em 2016 e levar no bolso uma réplica de 2013 deixou muita gente brava, desconsiderando o upgrade aplicado na linha principal do iPhone ao longo destes anos. Em suma, é como levar smartphone novo dentro de uma casca velha e ultrapassada. Bom ou ruim, dá para descrever o dispositivo desta forma sem qualquer exagero.

2. Câmera frontal

Se a câmera do iPhone SE, exatamente a mesma do iPhone 6s, foi uma grata surpresa para todos, a câmera frontal de 1,2 megapixels foi um golpe duro para quem estava ansioso pela nova versão do “iPhone compacto”. Falando o bom português: não faz sentido a Apple entregar para os usuários um aparelho com hardware topo de linha e câmera traseira de alto desempenho, mas com uma câmera frontal que simplesmente retrocede para uma época em que o termo “selfie” ainda não significava nada.

iPhone SEiPhone SE: o novo compacto da Apple. (Foto: Canaltech)

3. Sem 3D touch

Apesar de ainda ser um recurso experimental, muita gente já não consegue viver sem — e com cada vez mais desenvolvedores adotando o 3D touch nas linhas de programação, também não faz sentido a Maçã lançar um iPhone sem ele. Ainda mais porque o iPhone SE vem logo após o iPhone 6s, que traz o suprassumo das tecnologias da Apple. Parece uma fragmentação típica do Android, mas liderada pela rival de Cupertino.

4. Tela pequena

Pode parecer piada, mas a principal razão da existência do SE é também um nêmesis para o mundo moderno. Sabemos que a Apple tem muita experiência com este tamanho de tela, mas os sites e aplicativos da atualidade, não. Por mais que tudo se esprema para caber nas 4 polegadas do iPhone SE, ainda assim há muito texto, botão e gesto para interagir com o conteúdo exibido no display. Com o passar do tempo, isso se torna um tanto quanto frustrante no SE. E mais: mesmo que você precise de uma tela menor, o mundo vai conspirar contra você — pelo menos por enquanto.

5. Menos resistência

Você deve se lembrar do polêmico caso em que os iPhones 6 e 6 Plus entortavam de forma relativamente fácil. Depois dele, a Apple se mexeu e tratou de reforçar de verdade as estruturas de seus gadgets fabricados desde então. O resultado foi notável, com melhoria no corpo do aparelho e também na tela, tudo graças ao alumínio série 7000. Contudo, como a inspiração estética do SE é o iPhone 5s, ele não dispõe do mesmo reforço. O dispositivo está longe de ser frágil, mas não apresenta o mesmo nível de resistência dos modelos mais recentes do smartphone, especialmente na tela.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome