Nexus 6P, o "monstrinho" do Google produzido pela Huawei [Análise]

Por Adriano Ponte RSS

Anunciado em setembro de 2015, o Nexus 6P veio junto de seu irmão menor, o Nexus 5X, para renovar a linha de gadgets oficiais do Google. Eles foram também os primeiros modelos a usarem o suporte nativo do Android para a leitura de impressões digitais, reforçando a ideia de que este tipo de integração estará cada vez mais presente nos smartphones daqui em diante. Tem dúvidas em relação a este aparelho? Confira agora a nossa análise completa.

Construído em metal, o Nexus 6P pesa 178 gramas e mede 7,3 milímetros de espessura, uma combinação que pode ser considerada justa. Aqui, vale lembrar que o 6P foi um dos aparelhos listados no #BendGate, o caso em que a internet se reuniu para dobrar telefones finos demais a fim de testar a sua resistência. Enfim, ele é comprido e fino, uma combinação que não costuma ser uma boa ideia.

Neste ponto, já podemos indicar o primeiro ponto negativo do Nexus 6P: a sua construção. O botão principal é ligeiramente incômodo de ser acionado e o tamanho do gadget não ajuda em nada. Assim, ele não cabe em qualquer lugar e é fácil de escorregar da mão, demandando cuidado redobrado para manuseá-lo.

Nexus 6PNexus 6P: o monstrinhda Huawei e do Google. (Foto: Canaltech)

Especificações

  • Chipset Snapdragon 810 com CPU Cortex A-53 quad-core de 1,55 GHz e Cortex-A67 quad-core de 2,0 GHz;
  • GPU Adreno 430;
  • Memória RAM de 3 GB;
  • Modelos com 32/64/128 GB para armazenamento interno;
  • Tela AMOLED de 5,7 polegadas com resolução de 1.440 x 2.560 pixels (~519 ppi);
  • Câmera traseira de 12,3 megapixels, f/2.0, sensor de 1/2.3',  autofoco laser, flash duplo de LED e capaz de fazer vídeos de 2160p a 30 quadros por segundo;
  • Câmera frontal de 8 megapixels, f/2.4 capaz de fazer vídeos em 1080p a 30 quadros por segundo;
  • Conexões Wi-Fi a/b/g/n/ac, dual-band, Bluetooth 4.2, NFC e GPS/Glonass;
  • Dimensões 159,3 x 77,8 x 7,3 mm;
  • Peso 178 gramas;
  • Android 6.0 Marshmallow.

Além disso, marcando um novo padrão nos dispositivos Android, o Nexus 6P traz também uma conexão USB reversível tipo C.

Display e multimídia

Responsável por criar as imagens diante de seus olhos no 6P, a tela de AMOLED de 5,7 polegadas vem protegida com Gorilla Glass 4 com tratamento oleofóbico para repelir qualquer tipo de gordura que possa estar nas pontas dos seus dedos. Com isso, não apenas fica difícil de sujar a tela do novo Nexus como se torna muito mais simples limpar tudo em caso de sujeira. Junto disso está um ótimo tempo de resposta, resultando em uma combinação de bastante sucesso.

Em termos de resolução, dá para dizer que o novo smartphone do Google e da Huawei é bem sensato. Visto que a densidade de pontos por polegadas (PPI) é alta, nada mais apropriado do que uma tela também avantajada, permitindo assim a melhor reprodução de detalhes e criando uma experiência imersiva para o usuário. Como se você estivesse assistindo a um Blu-ray, este aparelho garante excelente níveis de contraste e cores vívidas sem fantasmas, manchas ou qualquer outro problema típico de telas grandes.

Nexus 6PTela incrível e alto-falantes frontais: combinação perfeita. (Foto: Canaltech)

E para acompanhar esta minitela de cinema, nada melhor do que pipocas, quer dizer, do que um par de alto-falantes frontais — e é isso mesmo que temos aqui: som estéreo na parte da frente do 6P. Ficamos realmente aliviados com a escolha da Huawei, indo em direção contrária àquela ditada pelo iPhone (ou seja, a de um mero buraco no cantinho do aparelho que prejudica fortemente a imersão sonora). No caso do 6P, estamos diante do melhor cenário possível, com som estéreo de qualidade voltado diretamente para o usuário.

E se a teoria é boa, a prática é fantástica e imersiva. Para um smartphone, isso não é pouca coisa, especialmente porque não será fácil abafar este som. Parabéns aos envolvidos!

Usabilidade e desempenho

Equipado com um Snapdragon 810, o Nexus 6P traz um dos chipsets mais potentes lançados em 2015 e que ainda estão entre os “monstros” de 2016. Para quem é fã dos topos de linha, vale lembrar que o 810 ainda está na crista da onda, servindo como uma opção válida para alto rendimento especialmente após os ajustes feitos pela Qualcomm para diminuir o aquecimento e aumentar a performance.

Então, é bom deixar claro já de cara: não tivemos problemas com aquecimento elevado no novo Nexus durante os nossos testes, com tudo ficando dentro de um limite agradável para as mãos. Dito isso, vale mencionar que jogar aqui é uma experiência incrível, afinal o conjunto da obra dá conta do recado na hora de rodar os games mais exigentes. Ver vídeos também não será o menor problema, pois o gadget apresenta um buffer surpreendentemente grande e mostra que a memória RAM do 6P faz tudo operar em um elevado nível de estabilidade. Se potência é o diferencial que você procura, saiba que vai encontrá-la neste smartphone.

Câmeras

Segundo a teoria, o sensor de 1/2.3' do 6P é um fator positivo que influencia diretamente para melhorar o registro dos detalhes e das cores representadas nas imagens e, com isso, é possível entender melhor o que você vê na sua frente. A câmera traseira é poderosa e mostrou um ótimo desempenho em ambientes de baixa luminosidade, gerando imagens sem granulação e com foco rápido. A captura de cores também impressionou em nossos testes.

Nexus 6PAs câmeras do Nexus 6P vão surpreender você. (Foto: Canaltech)

Em poucas palavras, parece que finalmente temos um competidor à altura do Galaxy S7. A câmera frontal do 6P também merece muito respeito. Em menor escala, ela mantém a qualidade da câmera traseira e é capaz de fazer ótimas selfies. Sem dúvida, tirar belas fotos é algo que você definitivamente pode fazer com o novo Nexus.

Bateria e acessórios

O Nexus 6P vem equipado com um tanque de 3.450 mAh com suporte para carregamento rápido, o que é um número promissor. Contudo, é preciso levar em conta que o hardware do aparelho também é potente, além do fato de que ele conta com uma tela de 5,7 polegadas com resolução elevada. O resultado desta conta é um aparelho que não trabalha com folgas e chega até a pedir energia para operar.

Mas nada alarmante, porque ele se deu bem durante nossos testes com streaming contínuo e uma média de consumo de 14% da bateria por hora. É uma boa marca, capaz de levar você até o final do dia com um uso “normal' do gadget. Além do mais, não se pode esquecer que o carregador de 5 volts que faz parte do kit tem saída de 3.000 mAh capaz de recarregar toda a bateria em pouco mais de uma hora.

Vale a pena?

Com display excelente, áudio de qualidade, conjunto de câmeras competente, o Nexus 6P custa em torno de US$ 740 (cerca de R$ 2,6 mil)  — este é o valor médio do gadget lá fora até o encerramento desta análise. E sim, vale a pena investir neste aparelho. Ele é um Nexus, portanto será sempre um dos primeiros a receber as futuras versões do Android, algo sempre positivo.

Mas vale destacar que este é um valor surreal para um gadget, especialmente porque ele ainda não é vendido oficialmente no Brasil. Sem dúvida, este é um marco na história dos Nexus tanto em qualidade quanto em desempenho. Infelizmente, seu preço o coloca bem distante de nós, meros mortais.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome