O que são os arquivos thumbs.db, desktop.ini e .DS_Store?

Por Sérgio Oliveira RSS

Arquivos

Quem tem uma intimidade maior com computadores sabe que basta pedir para o sistema operacional exibir os arquivos e diretórios ocultos para um monte de tranqueira aparecer e nos fazer questionar para o quê tudo aquilo serve. É o que acontece, por exemplo, no Windows com os arquivos thumbs.db e desktop.ini e no Mac OS X com os .DS_Store.

Pouquíssima gente sabe que eles existem e mesmo aqueles que esbarram com eles aqui e acolá sequer sabem para que servem. Para saciar um pouco essa curiosidade, resolvemos explicar exatamente qual a função desses arquivos ocultos. Podemos antecipar que todos eles são criados para acelerar um pouco as coisas no sistema, mas o que cada um faz exatamente discutimos agora.

O que é o arquivo thumbs.db?

O thumbs.db é basicamente uma base de dados de miniaturas (thumbnail database). É o arquivo responsável por armazenar a pré-visualização daquelas imagens que uma pasta contém e que geralmente são exibidas quando você a acessa no Windows Explorer ou no Explorador de Arquivos.

Para acelerar as coisas, o Windows captura e armazena aquelas miniaturas no thumbs.db para que não tenha mais que processar essa requisição toda vez que você abrir a pasta. Ou seja, o sistema processa as imagens uma vez e guarda o resultado no thumbs.db para se livrar dessa tarefa e poupar tempo e poder de processamento.

Basta acessar uma pasta que contém imagens para o famigerado thumbs.db dar as caras

Basta acessar uma pasta que contém imagens para o famigerado thumbs.db dar as caras (Imagem: Reprodução) 

Apesar do benefício óbvio que esse pequeno arquivo oculto traz, muita gente se incomoda com ele principalmente quando faz o upload de pastas de imagens para a nuvem e o descobre escondido acolá. Se você é um desses que se sente incomodado com o thumbs.db, saiba que dá para impedir que o Windows o crie automaticamente.

Para isso, primeiro certifique-se que está usando uma versão Pro ou Enterprise do Windows e acesse o "Editor de Política de Grupo Local" do sistema. Para isso, pressione a Tecla Windows + R no seu teclado, digite "gpedit.msc" e confirme com o Enter. Na sequência, navegue até "Configuração do Usuário", "Modelos Administrativos", "Componentes do Windows" e finalmente "Explorador de Arquivos" (ou "Windows Explorer" no Windows 7).

É possível impedir o Windows de criar arquivos thumbs.db editando esta política de grupo local no editor do sistema

É possível impedir o Windows de criar arquivos thumbs.db editando esta política de grupo local no editor do sistema (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira) 

Por fim, busque pela opção "Desativar o armazenamento em cache das miniaturas em arquivos thumbs.db ocultos", dê dois cliques sobre ela e marque a opção "Habilitado". Confirme a alteração clicando no botão "OK" e pronto. Daqui para frente o Windows não irá mais criar o arquivo thumbs.db nas pastas onde há imagens guardadas.

O que é o arquivo desktop.ini?

Outro arquivo que chama bastante atenção dos usuários Windows é o desktop.ini. Além de ser um arquivo oculto, ele também é um arquivo protegido do sistema e só pode ser visualizado caso o usuário desabilite a opção "Ocultar arquivos protegidos do sistema operacional" nas "Opções de Pasta".

É preciso recorrer às Opções de Pasta para poder visualizar o arquivo desktop.ini, tudo isso porque ele é um arquivo protegido pelo sistema

É preciso recorrer às Opções de Pasta para poder visualizar o arquivo desktop.ini, tudo isso porque ele é um arquivo protegido pelo sistema (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira) 

Se o thumbs.db armazena informações e miniaturas das imagens de uma pasta, o desktop.ini é o responsável por registrar as propriedades de cada pasta do sistema. Por exemplo, se você define que a pasta "X" deve exibir ícones grandes e está protegida contra alteração, é o desktop.ini quem armazenará esse tipo de coisa. 

O desktop.ini é outro arquivo oculto bastante avistado pelos usuários do Windows e está presente em todo e qualquer diretório do sistema operacional

O desktop.ini é outro arquivo oculto bastante avistado pelos usuários do Windows e está presente em todo e qualquer diretório do sistema operacional (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira) 

Muita gente também se incomoda com esse arquivo pequenino, mas a má notícia é que não há nenhuma forma de impedir que o Windows o crie. Então, a única maneira de fugir desse "inconveniente" é deixando ele escondido nos confins do sistema operacional e lamentar.

O que é o arquivo .DS_Store?

Se o desktop.ini é o responsável por armazenar informações de uma pasta no Windows, o .DS_Store é o equivalente criado pelo Mac OS X. Por iniciar com um ponto, esse arquivo não é exibido nem no sistema da Apple nem nos demais baseados em Unix a não ser que você defina que deseja visualizá-lo.

Apesar da semelhança com o desktop.ini, o .DS_Store também armazena informações sobre como os ícones estão dispostos na pasta, a imagem de plano de fundo dela e muitos outros detalhes. De posse dessas informações, o Finder conseguirá determinar como exibir o conteúdo daquela pasta, bem como armazenará qualquer alteração que ocorrer ali.

O .DS_Store é um velho conhecido do pessoal que usa o sistema da Apple. Assim como o desktop.ini, ele armazena informações sobre as pastas

O .DS_Store é um velho conhecido do pessoal que usa o sistema da Apple. Assim como o desktop.ini, ele armazena informações sobre as pastas (Imagem: Reprodução) 

Outra semelhança que o .DS_Store tem em relação ao seu irmão do Windows é que não há como impedir que o sistema o crie - pelo menos não sem a ajuda de alguns hacks. Mesmo assim, o mais indicado é deixar esse tipo de arquivo oculto e seguir adiante com a vida como se nada estivesse acontecendo ou lhe incomodando.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar